sexta-feira, 9 de julho de 2010

MITOS SOBRE ALIMENTAÇÃO

"FAZER JEJUM EMAGRECE"

MITO - O jejum pode ser muito perigoso para o organismo, pois numa forma de defesa, o metabolismo torna-se mais lento e a perda de peso não ocorre de maneira normal, ou seja, além de fazer mal à saúde, a perda de peso é basicamente às custas da perda de líquidos celulares e massa muscular, e portanto não é eficaz. O que ocorre é justamente o contrário, no retorno à dieta normal, o organismo se recupera e passa a aumentar o peso, tentando manter uma reserva maior de energia armazenada (gordura) para se prevenir no caso de um próximo jejum.

"NÃO COMER CARBOIDRATOS EMAGRECE"

MITO - Uma dieta com restrição de carboidratos deixa de fornecer o combustível principal para o corpo gerar energia. A forma de defesa do organismo para compensar a falta do alimento é retirar esta energia de suas reservas (glicogênio do músculo e do fígado). É verdade que a perda de glicogênio muscular, pode levar a uma perda de água, e conseqüentemente perda de peso, mesmo em curto espaço de tempo, mas no retorno à dieta normal ou habitual, o músculo se recupera e o peso aumenta. E a gordura nesta história? Em curto prazo, continua intacta, no mesmo lugar. O fator mais prejudicial decorrente da retirada total dos carboidratos da dieta é a adaptação inicial, que ocasiona hipoglicemia. A queda do açúcar no sangue diminui as funções cerebrais ocasionando moleza, sonolência, perda de memória, perda do poder de concentração e muita dor de cabeça. Em alguns casos, desmaios com risco de acidentes. O excesso de carboidratos aumenta a gordura corporal rapidamente, mas a retirada total é muito prejudicial.

"BEBER LÍQUIDOS DURANTE AS REFEIÇÕES ENGORDA"

MITO - Vai depender da qualidade e quantidade deste líquido. É recomendado um copo pequeno de água sem gás às refeições a fim de ajudar no processo de digestão, principalmente porque uma dieta saudável deve conter alimentos ricos em fibras, o que aumenta a necessidade de água a fim de auxiliar o trânsito intestinal. Em relação aos outros líquidos, a quantidade recomendada é a mesma, mas deve-se atentar para as calorias, caso contrário a resposta para esta questão é positiva. As bebidas gaseificadas e concentradas (sucos) não são recomendadas pelo efeito no funcionamento digestivo. Pode "empurrar" os alimentos aumentando o volume do estômago ou ainda, diminuir a velocidade de esvaziamento gástrico ou ainda, competir com a digestão dos alimentos, dificultando o aproveitamento dos nutrientes. Para quem tem gastrite ou hérnia de hiato nunca são indicados líquidos às refeições, para não distender o estômago.

"CERVEJA DÁ BARRIGA"

MITO - Não existe uma relação do tipo da bebida com o aumento da gordura corporal. É o estilo de vida de cada um que contribui para o aparecimento das "gordurinhas" em locais indesejados. Homens têm maior probabilidade de aumentar a gordura abdominal quando há sobras calóricas. Outros fatores relacionados são os acompanhamentos que, em geral, são petiscos calóricos, como pastéis, queijos à milanesa, frango à passarinho, amendoins, etc. A quantidade excessiva de cerveja também é outra razão, pois na maioria das vezes o consumo extrapola 1 copo. Sabendo que uma lata de cerveja tem em média 135 Kcal, mais os petiscos, é só fazer as contas no final do happy hour! E o pior de tudo, no horário em que devíamos comer menos calorias (noite).

"COMER O DIA TODO ENGORDA"

MITO - O organismo trabalha por ciclos, portanto o ideal é oferecer quantidades suficientes de energia ao organismo, de acordo com sua necessidade. O número mínimo de refeições por dia é 4, sendo, o café da manhã, o almoço, um pequeno lanche à tarde e o jantar. Se o café da manhã for muito cedo e o almoço tarde, também precisamos incluir um pequeno lanche entre estas refeições, como uma fruta, por exemplo. O importante é não ficar longos períodos em jejum, pois o metabolismo, que é a capacidade de transformar os alimentos em energia, fica mais lento e diminuído, como uma forma de defesa do organismo, e assim, além de gerar alguns prejuízos ao nosso organismo, como dor de cabeça, fraqueza e perda de peso às custas de massa muscular, a fome fica incontrolável na próxima refeição, levando ao aumento do volume, e portanto possível aumento de peso corporal.

"TOMAR ÁGUA EM JEJUM EMAGRECE"

MITO - A água por si só não pode destruir ou diminuir as células de gordura. Está errado dizermos que beber água emagrece. A água ajuda na manutenção do equilíbrio orgânico, sendo fundamental para um bom funcionamento do intestino, para a hidratação das células e para a ativação de todas as enzimas do organismo. Água é importante ao longo do dia, e no mínimo devíamos ingerir 1 ml de água por cada caloria consumida no dia.

"COMER CARBOIDRATO À NOITE ENGORDA"

MITO - Na verdade não é o carboidrato que engorda e sim seu acompanhamento. Alguns destes alimentos apresentam em sua composição uma quantidade grande de gorduras, o que aumenta seu valor calórico e faz engordar. A dica é consumir carboidratos ricos em fibra e pobres em gordura, principalmente pelo fato de necessitarmos de uma quantidade menor de energia neste período. O que vale é diminuir a quantidade de todos os grupos de alimentos à noite e não apenas dos carboidratos, pois comparando com a proteína, a quantidade de calorias por grama é a mesma. Além de diminuir as quantidades totais da última refeição do dia, a composição é um fator importante para manter o peso. Se o prato da noite for basicamente carboidrato, com pouca ou nenhuma proteína (carnes ou queijos) e ainda sem fibras ( legumes e verduras), a absorção dos carboidratos fica muito facilitada e o nível do açúcar no sangue aumenta rapidamente. Enquanto o nível de açúcar está alto, o organismo se utiliza desta fonte de energia e inibe a utilização de gordura corporal como forma de energia. Durante o sono, o nosso corpo usa mais gordura corporal do que açúcar dos músculos e do sangue como forma de energia, e o ideal é permitir que o organismo trabalhe da forma natural. Cuidado com a composição e com a quantidade do jantar. Equilíbrio é a palavra chave.

"COMENDO BANANAS NÃO TEREI MAIS CÃIMBRAS"

MITO - Normalmente as pessoas associam as cãimbras à falta de potássio, e como a banana é uma fruta rica em potássio, acreditam que o consumo da mesma inibe o aparecimento da cãimbras. Isto realmente acontece mas não é esta a causa principal. Cãimbras normalmente aparecem com esforço muscular e aumento de ácido láctico (derivado do glicogênio) nos mesmos, pela incapacidade do organismo remover este "lixinho" dos carboidratos utilizados nos músculos. As outras prováveis causas são deficiência de cálcio, comum em gravidez por exemplo, e com isto uma alteração na contração muscular, com cãimbras, e ainda a desidratação que leva a perdas importantes de sódio e potássio (comum com uso de diuréticos e grandes perdas de suor no exercício) e isto também altera a capacidade de contração e descontração muscular, levando também a cãimbras. Assim, a falta de potássio não é a primeira causa de cãimbras, mas a banana colabora com uma quantidade de carboidrato (uma banana média tem mais de 20 gramas de carboidrato), e se for bem digerida (já que o tempo de digestão é variável e individual) pode colaborar como fonte de energia. Sem dúvida a banana pode ajudar, mas como a falta de nutrientes não é a única causa para o aparecimento das cãimbras, não se pode dizer que apenas o consumo de alimentos ricos em potássio e cálcio seja a solução. Além disso, ainda não se sabe muito bem o mecanismo de origem das câimbras, portanto, é melhor procurar um especialista da área no caso de repetições freqüentes.

"POSSO COMER APENAS UMA BARRA DE CEREAIS PARA ATINGIR MINHA NECESSIDADE DIÁRIA DE FIBRAS"

MITO - É só observar a quantidade de fibras em gramas por unidade. Em média, uma barra de cereais tem de 1 a 4g de fibras, sendo que a recomendação diária para um indivíduo saudável é de 30g. Imagine quantas barras você teria que comer diariamente para atingir a necessidade de fibras apenas com este alimento! Portanto, a melhor maneira de atingir a recomendação é incluir mais alimentos crus nas refeições, como folhas verdes e frutas.

ENGANE A FOME

BARRA DE CEREAIS

São barras compostas predominantemente por carboidratos de rápida absorção (glicose), estando prontamente disponível para elevar a glicemia logo após a ingestão. Caracterizam-se pelo alto teor de fibras, podendo ser utilizada por qualquer pessoa no intervalo das refeições, como em lanches. Em média, essas barras possuem 100kcal e 20g de carboidratos, substituindo bem um lanchinho como uma vitamina de frutas ou 1 fatia de pão integral com requeijão light. Normalmente o lanche da manhã é pequeno e o da tarde um pouco maior, o que permitiria a ingestão de até duas barras para um indivíduo normal com atividade moderada. Há um número bem variado de barras de cereais, no sabor banana, coco, castanha do Pará, salada de frutas e agora laranja com vitamina C.

BOLACHAS INTEGRAIS

Melhor do que a bolacha água e sal tradicional as integrais apresentam um valor nutricional melhor, principalmente devido ao maior conteúdo de fibras que melhoram o funcionamento intestinal e aumentam a sensação de saciedade. Além disso, você ainda pode variar o acompanhamento da bolacha: ex.: requeijão, geléias, mel, margarina, queijo cottage, peito de peru, etc.

PIPOCA

Uma porção de 90g tem: 114,0 Kcal e 2,0g de gordura. A pipoca de microondas é uma opção prática e rápida para escritórios. A opção light contém metade das calorias e da quantidade de gordura, por isso, prefira esta, mas mesmo assim o consumo deve ser esporádico e moderado. Para que o milho estoure é necessário adicionar óleo ou gordura (mesmo as embalagens fechadas de microondas contém gordura), por isso o consumo deve ser controlado.

FRUTAS SECAS

São práticas, têm uma validade maior que as frutas frescas e são boas opções para manter o pique durante o trabalho. Além disso, elas fornecem mais energia do que as frutas frescas. Compre e deixe sempre em mãos, na gaveta, na pasta do trabalho ou na sua bolsa. Para você comparar: 5 damascos contém, em média, 75 kcal

5 ameixas secas contém 119 kcal

3 colheres (sopa) de uva passa tem 180 kcal

FRUTAS

As frutas são fontes de vitaminas e minerais que ajudam a regular as funções do organismo. Além disso, elas contêm pouquíssima gordura e são pouco calóricas. Para você ter uma idéia, 1 banana nanica tem 74 kcal e 19 g de carboidratos; 1 maçã tem praticamente o mesmo conteúdo nutricional da banana; ½ mamão papaia tem 54 kcal e 13 g de carboidratos e 1 pêra tem 78 kcal e 20 g de carboidratos. É uma opção fácil para o lanche, mas tem que tomar cuidado para evitar que elas estraguem, pois a validade não é muito grande.

AÇAI COM GRANOLA

Se tiver um freezer em seu escritório compre potinhos de açaí que vem acoplados com 1 porção de granola. Apesar de calóricos contém uma quantidade de vitaminas e minerais interessantes para nosso corpo, e podem manter sua lucidez por maior tempo no trabalho. Para 100g de açaí encontramos algumas vitaminas e minerais importantes com Cálcio: 1.18mg; Ferro:1.8mg; Vitamina C: 9 mg.

IOGURTE

Existe uma variação enorme de iogurtes nas prateleiras dos supermercados. Pode escolher os líquidos comprados em embalagens de 1 litro. 1 copo de 250 a 300ml pode ser uma boa solução para o fim de tarde. Aproveite aqueles que vem com uma porção de cornflakes na tampa. Os cereais com o iogurte são uma combinação de proteínas e carboidratos, importantes para manter os níveis de glicose sangüínea constantes e para a formação de tecidos, sistema imunológico e hormônios de nosso corpo. Um iogurte por dia pode melhorar a resposta imunológica do organismo contra doenças e vírus.

SANDUÍCHE

Se o trabalho for até tarde e ainda tiver muito para pensar, vale a pena se organizar para trazer de casa ou pedir na padaria um sanduíche simples, pode ser de queijo; peito de peru ou até um misto quente. Comparado a uma fruta o sanduíche oferece maior número de calorias e seu recheio rico em proteínas ativa o raciocínio. Existem sanduíches prontos nas lojas express que duram até 1 semana pois são embalados em atmosfera modificada, que impedem a proliferação de microorganismos.

PÃO DE QUEIJO

1 unidade de 60 g (grande) contém, em média, 210 kcal, 28 g de carboidratos, 9 g de lipídios e 4 g de proteínas. Por ser rico em lipídios (gorduras), não deve ser consumido diariamente. Quando a escolha for pelo pão de queijo, evite consumir mais de 2 unidades médias. Entre os salgados, sem dúvida, é uma das melhores opções, pois é assado, estando livre da gordura de imersão. ESFIHA

Use os restaurantes árabes para pedir sua esfiha. Pode ser de legumes, ricota ou até de carne. Em uma unidade de 60g (esfiha média): 107,0 Kcal; 18,2g de carboidratos; 5,6g de proteínas e 3,8g de lipídeos. É uma boa opção, e pode ser consumida com um suco. Assim como o pão de queijo, a esfiha também está livre de gordura de imersão, pois é assada, portanto, menos calórica.

JAPONÊS

Sabemos há muito tempo que os orientais têm hábitos alimentares melhores que os nossos. A maioria das preparações (sushi, sashimi, missoshiro, tofu, etc) são pobres em calorias e gorduras, e ainda qualitativamente saudáveis pois o peixe trás boa qualidade protéica e é rico em fósforo, que ajuda nas funções cerebrais. Por isso são boas opções para um almoço atrasado ou até lanches. Quando pedir um japonês solicite também o gengibre cru, este possui uma propriedade excelente na manutenção e melhora do sistema imunológico.

MACARRÃO INSTANTÂNEO

Também é muito prático e fácil de fazer. O macarrão pode ser uma boa opção para os dias em que o trabalho se estender até mais tarde, pois contém uma boa quantidade de carboidratos que servirão como fonte de energia para você manter o raciocínio e a capacidade de concentração.

SOPA - ÁGUA E PRONTO

A praticidade é uma das características desta sopa, pois é só aquecer a água num recipiente e adicionar ao conteúdo da embalagem e já está pronto.

ÁGUA DE COCO

A água de coco é uma ótima opção, pois repõe líquidos e sais minerais perdidos pela transpiração, evitando a desidratação e o desgaste físico. O potássio, presente em sua composição, atua na contração dos músculos, beneficia a saúde e em particular o coração. O sódio facilita a absorção de líquido pelas células, tornando o cabelo viçoso, brilhante e a pele mais jovem e bonita. Ainda pode eliminar os excessos de álcool do organismo, reduzindo os desagradáveis efeitos da tradicional "ressaca". É rica em fósforo, cálcio e ferro, que são indispensáveis ao perfeito metabolismo do corpo humano, assemelhando-se ao soro fisiológico. Numa garrafinha - 300 ml, encontram-se apenas 55 calorias, bem menos que num copo de refrigerante e com um valor nutritivo muito maior. Mata a sede, hidrata e ajuda a manter a boa forma física. Em casa, no escritório, na escola ou em qualquer outro lugar, é uma companhia indispensável.

SUCOS

Os sucos de caixinha são opções fáceis e simples para o dia a dia. Ainda podemos explorar a água de coco em embalagem tetrapack. A ingestão de líquidos diária aumenta a quantidade de água que nosso corpo precisa para manter saudável todas as funções fisiológicas. Beber água é difícil, mas a desidratação pode estar relacionada ao cansaço e má desempenho no trabalho.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...