terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Parar de fumar sem engordar








O mundo inteiro está em guerra contra o tabagismo. Nunca um hábito foi tão duramente e eficientemente combatido como este. Uma legislação rigorosa tem mudado comportamentos e resultado em menores cifras de doenças crônicas de uma maneira geral, principalmente as pulmonares. Podemos até discutir sobre um possível cerceamento das liberdades individuais, mas não podemos negar os benefícios à saúde das pessoas.

Uma das grandes dificuldades em parar de fumar é o ganho de peso. Vários fatores concorrem para este fato. Inicialmente, sem os efeitos inibidores do apetite causados pela nicotina, a fome volta ao normal. Além disso, o paladar e o olfato tornam-se mais sensíveis aos alimentos, que adquirem sabores e cheiros anteriormente não mais percebidos. Dessa forma, as pessoas comem mais.

Como qualquer outro vício, a suspensão do fumo gera grande ansiedade e nesse momento as pessoas passam a comer muito mais. Nesse caso, a busca pelo alimento nada tem a ver com fome real. É uma situação muito parecida com episódios de compulsão alimentar. A sensação é de que as pessoas compensam a falta de um prazer pelo outro. Comem para não fumar. Além disso, ao parar de fumar, elas são tomadas por estranhas sensações físicas e psicológicas. Sobra um vazio, uma falta do que fazer com as mãos. Dá saudades do prazer abandonado. Em momentos de muita tensão ou quando ingerem bebidas alcoólicas, o desejo de fumar aumenta e algumas vezes ocorrem recaídas.

Apesar disso, o risco do ganho de peso não deve ser um impedimento para as pessoas que pensam em parar de fumar. Elas podem se preparar para não caírem nessa armadilha. É possível parar de fumar e não engordar, seguindo um plano alimentar que fracione alimentos e evite aqueles que naturalmente se relacionam com o desejo de fumar, como as bebidas alcoólicas e o café. Neste processo devem ser priorizados alimentos que afastam a vontade de fumar, como as balas e os doces em suas versões lights, principalmente aqueles com sabor mentolado e de frutas.

Outro importante fator que pode ajudar na manutenção do peso durante a interrupção do fumo é a atividade física, principalmente aeróbica. Os exercícios físicos, através da liberação de endorfinas, melhoram o humor e reduzem a ansiedade. Além disso, melhoram a oxigenação e a eficiência respiratória, aumentam a sensação de bem estar e a disposição. Finalmente, aumentam o gasto calórico, o que possibilita uma dieta mais generosa em carboidratos, os grandes aliados da interrupção do fumo.
Fonte :.http://comersemculpa.blog.uol.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...