sábado, 5 de julho de 2014

Tratamento Natural para Psoríase

A psoríase é uma doença crônica inflamatória genética autoimune que ocorre na pele. 
A autoimunidade é a falha de um organismo em reconhecer as suas próprias partes constituintes, permitindo uma resposta imunológica contra as suas próprias células e tecidos. 

É mais incidente em pessoas de pele mais clara, entre 20 e 50 anos, sem distinção entre homens, mulheres e até mesmo crianças.

A psoríase altera o sistema imunológico, fazendo com que as células de defesa do corpo ataquem equivocadamente as células do corpo saudáveis. Isso ocorre porque algumas células-T (leucócitos), são estimulados em excesso e atuam de forma até dez vezes mais rápida que o normal.

Sintomas da psoríase

A psoríase é uma doença de pele que afeta o ciclo de vida das células da pele. A psoríase provoca o acúmulo rápido de células na superfície da pele, formando grossas escamas e manchas pruriginosas, secas e avermelhadas, que são, por vezes, dolorosa. As manchas na pele aparecem, em geral, no couro cabeludo, joelhos e cotovelos, sendo que em alguns casos podem se espalhar por toda a pele e causar coceiras e desconforto, no entanto, a psoríase não é contagiosa.

Tratamento natural para psoríase

Ainda não existe cura definitiva para a psoríase, mas vários tratamentos podem oferecer alívio significativo. Mudanças no estilo de vida, tais como a utilização de cremes de cortisona, menor exposição da pele a luz natural, além de remédios naturais, plantas medicinais e outros medicamentos podem aliviar os sintomas da psoríase.

Remédios, loções, pomadas e cremes a base de vegetais (ervas curativas) aplicados diretamente na pele podem limpar a pele irritada e diminuir a coceira e, dependendo do caso, reduzir o inchaço, desobstruir os poros da pele, diminuir a taxa de crescimento das células e suprimir o sistema imunológico do paciente.

Cortisona

A cortisona e os esteróides mais novos (medicamentos à base de hormônios) podem remover as placas em quase metade dos casos cerca de 50% dos casos quando aplicados diretamente na pele afetada.

Ácido fumárico

Há uma evidência crescente de que o ácido fumárico pode ajudar a manter a psoríase sob controle. Este tratamento envolve o uso de um éster de ácido fumárico, comumente usado na indústria alimentícia como aditivo alimentar, em substituição ao ácido cítrico. As cápsulas de éster de ácido fumárico têm sido utilizadas em ensaios clínicos na University Medical Centers na Suíça, Alemanha, Japão e Holanda. Em um estudo recente, 80 por cento dos 285 pacientes envolvidos relataram melhora acentuada, e 52 por cento dos pacientes estavam completamente livre de lesões psoriática.

Vitamina E

A vitamina E sempre foi valorizada por suas propriedades antioxidantes, que combatem diretamente os radicais livres. Ajuda a reduzir a produção indesejada de colagenase, enzima que destrói o colágeno e deteriora a estrutura da pele.

Cartilagem de tubarão

A cartilagem de tubarão é muito útil porque possui propriedades anti-inflamatórias. Ela impede a formação de novos vasos sanguíneos que são conhecidos por agravar a psoríase.

Ervas medicinais para psoríase

Apesar de ervas medicinais serem usadas há muito tempo no como tratamento alternativo da psoríase na medicina natural, todo e qualquer uso de medicamentos, sejam eles naturais ou não, devem ser realizados com a supervisão médica. 

Várias ervas medicinais são usadas no tratamento natural da psoríase, dentre elas: 
  • altea (Althaea officinalis), 
  • aparine (Galium aparine), 
  • arruda-síria (Peganum harmala), 
  • babosa (Aloe vera), 
  • centelha (Centella asiatica), 
  • copaíba (Copaifera officinalis), 
  • linhaça (Linum usitatissimum), 
  • morugem (Stellaria media, 
  • pinheiro-bravo (Pinus sylvestris), 
  • poejo (Mentha pulegium), 
  • salsaparrilha (Smilax officinallis), 
  • vidoeiro (Betula alba), 
  • zimbro (Juniperus communis).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...