segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Ação da Silimarina e Metionina na Regeneração do Fígado


Silimarina


A silimarina é um composto flavonoide polifenólico extraído de frutos do Silybum marianum L., constituído pelas flavolignanas silibina, silidianina e silicristina.

A silimarina, devido a sua natureza fenólica, tem ação antioxidante, reagindo com diversos radicais livres, inclusive aqueles derivados do oxigênio e da hidroxila; apresenta atividade inibitória sobre várias enzimas, como peroxidases, lipoxigenases e prostaglandina-sintetases, reduzindo a lipoperoxidação e a propagação do processo oxidativo, e promove aumentos da glutationa hepática total e do percentual de glutationa reduzida e a expressão da enzima superóxido dismutase


A silimarina é capaz de estimular a RNA-polimerase I e a síntese do RNAr, aumentando a velocidade de formação do ribossomo e, consequentemente, da síntese proteica, o que favorece, também, a síntese e replicação do DNA. Tais ações são de suma importância para a regeneração celular.

A silimarina age como:
  • Estabilizador das membranas dos hepatócitos (célulasdo fígado), resguardando sua integridade e, assim, a função fisiológica do fígado; 
  • Protege, experimentalmente, a célula hepática da influência nociva de substâncias tóxicas endógenas e/ou exógenas.
  • Atua de forma benéfica como coadjuvante no tratamento das doenças hepáticas crônicas inflamatórias, cirrose hepática e lesões hepatotóxicas, promovendo rápida melhora dos sintomas clínicos, como: cefaleia, astenia, anorexia, distúrbios digestivos, sensação de peso epigástrico.

Metionina


A metionina é um aminoácido sulfurado e precursora da S-adenosilmetionina (SAMe). A importância da SAMe deve-se à sua capacidade de doar grupamentos metila para outras reações, sendo o mais importante agente transmetilante do organismo.

A metionina apresenta ação: 

  • Antioxidante, provavelmente por interação de seu grupamento sulfurado com os radicais livres. Ela também aciona o ribossomo para iniciar a translação proteica do RNA mensageiro.
  • Lipotrópica, mobilizando os ácidos graxos e prevenindo a deposição destes nos hepatócitos, provavelmente por sua participação, através da SAMe, nas reações de transmetilação, transulfuração, no aumento da glutationa e na regulação da permeabilidade da membrana celular.
  • É capaz de reduzir ou impedir a infiltração gordurosa e a cirrose no fígado.
A SAMe reduz a produção do acetaldeído proveniente do metabolismo do álcool, previne a deposição de gordura nos hepatócitos e restabelece os níveis da glutationa, parecendo, então, haver um sinergismo da glutationa – e, consequentemente, de sua ação antioxidante – nesta ação antiesteatose.

A SAMe atua na transmetilação da fosfatidiletanolamina para a formação da fosfatidilcolina, o principal fosfolipídio da membrana celular e vital para a manutenção da estabilidade desta.

A SAMe promove, também, a sulfatação dos ácidos biliares, reduzindo a colestase.

Alimentos ricos em Metionina 100 g de alimento:
  • Ovo desidratado 1468 mg
  • Castanha-do-Pará 0,941 mg
  • Leite de vaca desnatado 0,870 mg
  • Sardinhas 0,614 mg
  • Queijos 0,600 mg
  • Sementes de abóbora 0,577 mg
  • Carne de coelho 0,545 mg
  • Fígado de galinha 0,520 mg
  • Soja 0,513 mg
  • Arroz 0,420 mg
  • Ovo fresco 0,401 mg

Um comentário:

  1. Alguém sabe se quem toma anabolizante, é bom proteger o fígado com silimarina ?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...