sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Prevenindo Brotoeja em Bebê


A miliária, conhecida popularmente como brotoeja, é uma erupção de pele, caracterizada pelo aparecimento de pequenas bolhinhas, que podem ser claras ou avermelhadas. A brotoeja é uma dermatite muito comum, principalmente nas crianças e nos bebês, e é causada pela obstrução dos ductos das glândulas que produzem suor.

A brotoeja é uma erupção de pele provocada pela obstrução destes ductos, também conhecidos como poros da pele, impedindo que o suor produzido alcance a camada mais externa da pele. Com os ductos obstruídos, o suor produzido fica preso nas camadas mais interiores da pele, provocando rutura do ducto e uma reação inflamatória, cuja tradução clínica são as erupções da brotoeja.

As brotoejas podem ocorrer em qualquer idade, mas são bem mais comuns nos bebês e nas crianças pequenas, pois estes têm poros menores, e as suas glândulas e ductos ainda são muito imaturos. Em geral, a brotoeja no bebê costuma surgir a partir da primeira semana de vida.

Como existem glândulas sudoríparas em praticamente todo o corpo, qualquer local da pele está sujeito a desenvolver brotoejas. As brotoejas, porém, surgem com mais frequência nas áreas do corpo que mais suam, que são geralmente as dobras e as partes cobertas por roupas. Tronco, pescoço, barriga, em baixo das mamas, nádegas, axilas e virilhas são áreas especialmente susceptíveis. Nos bebês, o rosto é uma área muito comum também.

A região coberta pelas fraldas também podem desenvolver miliária, porém, é importante não confundir a brotoeja com a dermatite das fraldas, que é a famosa assadura.

CAUSAS DA BROTOEJA


Ductos imaturos: Porque os dutos dos bebês ainda não estão totalmente desenvolvidos, eles são mais frágeis e podem se romper com facilidade, prendendo o suor sob a pele. Este problema geralmente acontece em épocas de calor, mas podem ocorrer a qualquer momento, caso as crianças estejam com roupas muito grossas e quentes. 


Febre: Os recém-nascidos e bebês que estejam com febre alta também podem desenvolver brotoejas, pois o seu corpo está transpirando excessivamente. A febre também pode causar miliária nos adultos, principalmente naqueles que estão acamados, com o dorso constantemente em contato com a cama.


Verão: quanto mais quente estiver o ambiente, mais as crianças suam, e maior é o risco de surgirem brotoejas.


Atividade física intensa: nos adultos, uma causa frequente de brotoeja é a atividade física, principalmente se estiver muito calor.


Tipo de roupa: alguns tecidos não são apropriados para dias quentes ou para realizar atividades físicas, pois eles impedem a evaporação do suor, o que dificulta a redução da temperatura corporal e estimula ainda mais a sudorese.


Cremes e talcos: alguns produtos aplicados na pele podem bloquear os poros, favorecendo o aparecimento das brotoejas.

COMO PREVENIR AS BROTOEJAS

A prevenção das brotoejas nem sempre é possível, principalmente em bebês que vivem em locais de clima quente. Porém, é possível reduzir sua intensidade e frequências evitando roupas muito quentes, apertadas ou com tecidos que dificultem a evaporação o suor. Roupas feitas de algodão são as melhores.

Em dias de muito calor, evite banhos com água muito quente e deixe a criança em locais mais frescos, seja com ventiladores ou com ar condicionado, se possível. Se o bebê está desenvolvendo brotoejas com frequência, ou ele está sendo exposto a demasiado calor ou a sua roupa não está adequada.

No casos dos adultos que praticam atividades físicas, é importante vestir roupas adequadas para quem vai suar intensamente. Banho com água fria ajuda na prevenção da brotoeja, principalmente nos dias de muito calor.

COMO TRATAR AS BROTOEJAS

A miliária cristalina é uma dermatite assintomática, inofensiva e de resolução espontânea em 3 ou 4 dias. Portanto, esta forma de brotoeja não necessita de nenhum tipo de tratamento. Ela serve apenas de aviso para que você ou o seu bebê utilizem roupa adequada e fiquem menos expostos ao calor.

A miliária rubra também é uma lesão benigna, mas pode ser bastante incômoda. Se houver muita comichão ou ardência, além das medidas de prevenção citadas acima, o paciente pode usar loções de calamina, mentol ou lanolina anidra.

Nas brotoejas dos bebês, o ideal é não utilizar nenhum remédio sem orientação do pediatra. Lesões de pele são extremamente comuns em bebês e várias delas podem se parecer com brotoejas. Evite utilizar cremes e loções por conta própria, assim como talco, pois estas substâncias podem causar ainda mais obstrução dos poros, agravando os sintomas.

Na maioria dos casos, a brotoeja não necessita de nenhum tratamento além dos cuidados com a umidade e o calor.

Fonte : mdsaude

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...