sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Uso Prolongado de Corticoides pode causar Diabetes e Hipertensão


Os anti-inflamatórios hormonais ou corticoides são medicamentos à base de hormônios que são produzidos pelas glândulas supra-renais.

Os principais corticoides de ação sistêmica vendidos no Brasil são: Prednisona, Dexametasona, Betametasona, Budesonida, Hidrocortisona, Deflazacorte, Triancinolona, Clobetasol.

Os corticoides são muito utilizados para tratar: 
  • Doenças do trato respiratório
  • Doenças dermatológicas 
  • Doenças gastrointestinais
  • Doenças hepáticas
  • Edemas cerebrais
  • Alergias
  • Processos inflamatórios

O uso prolongada de medicamentos corticosteroides leva à síndrome de Cushing.

Características da   Síndrome de Cushing:
  • Desfiguração cosmética, que envolve ganho de peso com acúmulo de gordura 
  • Redução da tolerância a carboidratos
  • Fragilidade vascular
  • Pele fina
  • Miopatia 
  • Fraqueza muscular 
  • Hipertensão arterial
  • Osteoporose
  • Maior suscetibilidade a infecções
  • Alterações psiquiátricas
A síndrome de Cushing é uma desordem endócrina causada por níveis séricos elevados de glicocorticoides, especialmente cortisol, no sangue.

Nas mulheres são muito frequentes as alterações menstruais e o surgimento de pelos corporais na face, no tórax, no abdômen e nos braços e pernas. Além disso, pode também haver queda de cabelo semelhante à calvície masculina e diminuição das mamas.

Nos homens causa perda do interesse sexual. Como grande parte dos pacientes desenvolve hipertensão arterial e diabetes, podem surgir sintomas associados ao aumento da glicose e da pressão arterial tais como dor de cabeça, sede exagerada, aumento do volume urinário, aumento do apetite e visão borrada. Em caso de aumento exagerado de pelos, pode ocorrer também o surgimento de espinhas na face e no tronco.

Risco de Diabetes - Aumento de Glicose no Sangue

O uso prolongado de corticoides por via sistêmica (oral ou injetável ) está associado a um grande risco de diabetes a pacientes predisposto. A intolerância a glicose esta relacionada a um aumento da produção de glicose hepática, redução na utilização da glicose periférica e aumento da resistência da insulina, com inibição dos efeitos da insulina miócitos e adipócitos.

Causa  Aumento da Glicose no Sangue e Obesidade
  • Diminuição da utilização periférica de glicose.
  • Os glicocorticoides podem induzir o aparecimento de diabetes, que é considerado ser moderado, estável, usualmente sem cetose, relacionado com a dose e a duração da administração. O diabetes na maioria das vezes é reversível com a parada da administração do corticoide, embora os indivíduos com predisposição genética possam permanecer diabéticos.
  • Neoglicogênese (produção de glicose a partir de substratos como aminoácidos, o que implica um importante efeito catabólico). 
  • No nível hepático, os corticoides promove a deposição de glicogênio tendo efeito semelhante ao da insulina. 
  • Com relação ao metabolismo lipídico, seu efeito agudo é de ativar a lipólise, mas em longo prazo, promove uma redistribuição característica do tecido adiposo que confere ao paciente o clássico aspecto de obesidade centrípeta, com ganho de peso.
  • Terapêutica com altas doses de corticoide podem provocar aumento do VLDL e LDL.
Causa Fraqueza e Osteoporose

  • No metabolismo proteico, os corticoides apresentam duas ações, isto dependendo da dose administrada: em doses fisiológicas atuam como agentes anabolizantes, incorporando proteína, mas em doses farmacológicas são francamente catabólicos, promovendo intenso desgaste proteico causando pele frágil, friável, fraqueza muscular intensa com redução de massa muscular e desgaste da matriz óssea implicando em mau desempenho no desenvolvimento da estatura em crianças em fase de crescimento.
  • O corticoide produz redução da massa muscular por inibição da síntese proteica e aumento do catabolismo proteico com balanço nitrogenado negativo. 
Causa Perda de Cálcio

  • No sistema músculo-esquelético, os corticoides reduzem os osteoblastos e aumentam a atividade osteoclástica,com perda de massa óssea. Reduzem a absorção intestinal de cálcio, antagonizando os efeitos da vitamina D, promovem calciúria e levam a hiperparatireoidismo secundário, com aumento do paratormônio. O efeito final desta série de eventos é uma pronunciada osteopenia seguida de osteoporose, fato que acontece mais acentuadamente em fase intensa de crescimento ósseo: adolescentes em fase de estirão são mais prejudicados por tais efeitos e meninas são mais afetadas que meninos.

Diminui o Crescimento em Crianças
  • Crianças que recebem excesso de corticosteroide exibem atraso no crescimento. Isto ocorre por efeito direto no esqueleto, diminuição da absorção de cálcio no intestino e efeito antianabólico e catabólico nas proteínas dos tecidos periféricos. 
  • Os corticoides interferem com a secreção de GH e podem antagonizar diretamente algumas de suas ações periféricas. 
Causa Edema

  • Os corticoides promovem aumento da reabsorção de Na+ e excreção de K+ pelo rim. Altas doses por tempo prolongado podem produzir alcalose metabólica hipocalêmica. Os glicocorticoides aumentam o "clearance" de água livre devido a um efeito direto no túbulo renal e a um aumento na taxa de filtração glomerular. Os corticoides podem também inibir a secreção de hormônio antidiurético (ADH), mas não se sabe se diretamente ou por algum mecanismo indireto. 

Fonte :EFEITOS METABÓLICOS E MANUSEIO CLÍNICO DOS CORTICOSTERÓIDES - Disponível em http://www.centrocochranedobrasil.org.br/cms/apl/artigos/artigo_464.pdf

PREVALÊNCIA E RISCOS DO USO INDISCRIMINADO DE CORTICÓIDES ORAIS SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA DISPENSADOS EM ALGUMAS FARMÁCIAS COMERCIAIS DO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS MS- Disponível em http://www.aems.edu.br/conexao/edicaoanterior/Sumario/2014/downloads/2014/Preval%C3%AAncia%20e%20riscos%20do%20uso%20indiscriminado%20de%20cortic%C3%B3ides%20orais%20sem%20prescri%C3%A7%C3%A3o%20m%C3%A9dica%20despensados%20em%20algumas%20farm%C3%A1cias%20comerciais%20do%20munic%C3%ADpio%20de%20tr%C3%AAs%20lagoas%20-%20ms.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...