sexta-feira, 10 de abril de 2015

Diferencie alergia ao glúten de intolerância à lactose


A alergia ao glúten e a intolerância à lactose têm sintomas muito semelhantes, e pode ser difícil distinguir uma da outra. 

Sintomas estas doenças provocam:

- Gases 
- Inchaço 
- Dor de estômago 
- Náuseas 
- Diarreia após o consumo de alimentos que contenham as substâncias. 

A intolerância à lactose afeta muitas pessoas, mas não é uma alergia, já a alergia ao glúten, também conhecida como doença celíaca, atinge um número bem menor de pessoas, porém muitas vezes passa despercebida por anos até que comecem a aparecer sintomas avançados. 

É importante ser capaz de distinguir entre as duas porque uma produz apenas sintomas imediatos, enquanto a outra produz uma reação do sistema imunológico e provoca danos a longo prazo. Além disso, os sintomas são inconvenientes e podem se manifestar a qualquer momento após o consumo. Embora tenham sintomas similares, a intolerância à lactose e a alergia ao glúten apresentam algumas diferenças importantes.

Intolerância à Lactose 


A intolerância à lactose é a incapacidade de digerir a lactose, um açúcar natural do leite. A fim de digerir a essa substância, o organismo necessita de uma enzima chamada lactase. 

Em indivíduos saudáveis, essa enzima é sintetizada pelo intestino delgado. Quando essa enzima não está disponível ou quando há pouca quantidade dela, a lactose forma gás hidrogênio no cólon, fazendo com que os sintomas relacionados à intolerância se manifestem. 

A intolerância à lactose afeta o trato gastrointestinal e o cólon. A reação é temporária e não ocorrem danos permanentes. Contudo, a intolerância à lactose sem diagnóstico por tempo prolongado pode levar o portador a evitar certos alimentos sem necessidade, o que pode resultar em uma deficiência nutricional.

Sintomas

Os sintomas podem incluir inchaço, gases, dor de estômago, diarreia e/ou náuseas. É possível experimentar vários sintomas ou apenas um e eles geralmente aparecem entre 30 minutos e duas horas depois que o alimento é consumido.

Alimentos que contêm lactose

O leite e os laticínios contêm lactose. Os alimentos de origem láctea ou que tenham sido feitos com leite possuem lactose em quantidades variadas​​.

Alguns produtos menos conhecidos que contêm lactose são o soro de leite, o caseinato, o leite maltado, derivados do leite e sólidos do leite. Esses itens são geralmente utilizados como ingredientes em outros tipos de alimento, como o glacê.

Tratando os sintomas

A melhor maneira de tratar a intolerância à lactose é evitar produtos que contenham a substância. No entanto, isso nem sempre é viável e pode resultar em má nutrição. Se você pretende evitar alimentos que contenham lactose, converse com um médico sobre uma suplementação. O leite e os produtos lácteos são considerados parte essencial de uma dieta saudável. 

Tome um suplemento de lactase. Esses são comprimidos que podem ser tomados antes de consumir lactose para ajudar na sua digestão. 
Use produtos sem lactose. Existem leite e outros produtos lácteos sem lactose ou com lactose reduzida.

Evite antiácidos. Muitos antiácidos contêm lactose e pioram os sintomas. Na intolerância à lactose, o problema não tem relação com a acidez, portanto é improvável que antiácidos ajudem muito com os sintomas. 

Alergia ao Glúten


A alergia ao glúten é conhecida como doença celíaca. Não é a mesma coisa que a sensibilidade ao glúten, pois provoca uma reação imunológica e pode causar danos permanentes. A doença celíaca é uma condição autoimune e sua causa é desconhecida, embora os genes desempenhem um papel importante no seu desenvolvimento. Essa condição atinge com mais frequência mulheres adultas e geralmente é diagnosticada anos após ter se desenvolvido. Na doença celíaca, o glúten não pode ser completamente digerido pelo organismo, o que provoca uma resposta inflamatória do sistema imunológico. 

Partes do corpo afetadas

A doença celíaca afeta o intestino delgado. Quando o glúten é ingerido, o sistema imunológico reage, e as vilosidades (saliências semelhantes a cabelos, que revestem o intestino delgado e são responsáveis ​​pela absorção de nutrientes) são danificadas, deixando de absorver nutrientes. Quanto mais danificadas, menos nutrientes absorvem. Em alguns indivíduos, o glúten não digerido pode causar sintomas perceptíveis em todo o trato gastrointestinal. Ao longo do tempo, os indivíduos com alergia ao glúten podem desenvolver deficiência de nutrientes.

Sintomas

Os sintomas de alergia ao glúten são diferentes para cada pessoa e podem aparecer de imediato ou com o tempo. Alguns sintomas comuns são fraqueza, gases, inchaço, dor de estômago, vômito, diarreia, constipação, perda de peso e digestão mais lenta. Algumas pessoas não apresentam sintomas.

Alimentos que contêm glúten

Trigo e derivados, além de outros grãos, como a cevada e o centeio, contêm glúten. 

Essa substância está presente em uma vasta gama de alimentos e pode ser muito difícil de evitar. Ela é encontrada na maioria dos pães, cervejas, maltes e massas.

O glúten pode ser adicionado a alimentos por suas propriedades funcionais e pode aparecer na lista de ingredientes como o glúten de trigo vital, glúten de trigo ou apenas glúten. Além disso, o malte contém glúten e é muitas vezes adicionado como aromatizante a muitos alimentos processados. Alguns outros ingredientes menos conhecidos que contêm glúten são triguilho, cuscuz, farinha integral, farelo de trigo, gérmen de trigo, amido de trigo, triticale e matzá.

Alimentos sem glúten

Atualmente, devido à demanda crescente, existem muitos alimentos especiais sem glúten que podem ser encontrados na maioria dos supermercados. O arroz, o milho e a aveia também são livres de glúten. Esses grãos são uma boa opção para cozinhar.

Tratando os sintomas

A doença celíaca é incurável e pode ser difícil de administrar. A melhor maneira de prevenir os sintomas é evitar completamente alimentos que contenham glúten. Ao fazer isso, pode ser preciso ajustar sua dieta para aumentar a ingestão dos nutrientes que normalmente se obtêm a partir de alimentos que contêm glúten. É recomendável consultar um nutricionista ao eliminar o glúten de sua dieta. Às vezes, corticoides são utilizados para aliviar os sintomas quando uma dieta sem glúten não apresenta resultado imediato.

Intolerância à Lactose ou Alergia ao Glúten

Existem alguns exames que podem ser feitos para determinar se o problema é a intolerância à lactose ou a alergia ao glúten. No entanto, a intolerância à lactose pode ser provocada por problemas gastrointestinais como a doença celíaca. Por essa razão, o médico pode realizar exames para detectar ambos os problemas a fim de descartar qualquer causa subjacente de intolerância à lactose. 

Elimine os alimentos com lactose e acompanhe os sintomas. A melhor maneira de fazer isso é registrando o que você come e como você se sente. Se perceber que os sintomas desaparecem quando consome menos lactose, você pode ter intolerância à lactose. É melhor consultar um médico antes de eliminar qualquer item da dieta, pois isso pode interferir no diagnóstico. 

Faça um dos três exames utilizados por médicos para detectar a intolerância à lactose

O teste de tolerância à lactose avalia a capacidade do organismo de digerir a lactose. Esse exame é realizado retirando-se várias amostras de sangue durante um período de tempo após a ingestão de uma solução de lactose. Esse é um exame utilizado principalmente para adultos. 

O teste do hidrogênio expirado mede a quantidade de hidrogênio durante a respiração. Quanto mais hidrogênio é expirado, pior é a digestão da lactose. Esse exame não é invasivo e é utilizado para adultos. 

O teste de acidez das fezes mede a acidez das fezes após o consumo de lactose. 

Quanto mais ácidas as fezes, menor a capacidade do organismo de digerir a lactose. Este exame é utilizado principalmente para crianças. 

Faça um exame de sangue para detectar a presença de certos anticorpos a fim de determinar se há possibilidade de alergia ao glúten. Apenas esse exame não confirma a doença celíaca, mas confirma um problema gastrointestinal que provavelmente seja a doença. 

Faça uma biopsia do intestino delgado. Se o exame de sangue e a biópsia tiverem resultado positivo, então o diagnóstico de doença celíaca (alergia ao glúten) é mais do que provável. 

Elimine alimentos que contêm glúten. Não se esqueça de consultar um médico antes de seguir uma dieta sem glúten, pois isso afeta o diagnóstico. Não elimine a lactose e o glúten ao mesmo tempo, porque dessa forma não será possível determinar qual deles é responsável pelos problemas. Esse seria o último passo para um diagnóstico de alergia ao glúten. 

Fonte : wikihow

2 comentários:

  1. Oi, pessoal! Gostamos muito da matéria, está bem esclarecedora! Para quem quiser saber mais sobre doença celíaca e outras intolerâncias ao glúten, indicamos uma visita a nossa página: www.glutenconteminformacao.com.br. Um abraço!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...