segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Amendoim - Mantendo o Peso no Verão



No Brasil a obesidade aumenta a cada dia, emagrecer além de favorecer a estética, melhora a qualidade de vida e a prevenção de doenças.

Um dos ingredientes importantes que pode e deve ser incorporado à dieta diária e auxilia o emagrecimento com saúde é o amendoim. 

O amendoim é um dos alimentos mais completos em nutrientes e reúne proteínas, vitaminas, lipídios, carboidratos e sais minerais, que pode ser largamente aproveitado na alimentação, principalmente como suplemento proteico de qualidade, além de ser mais barato que outras proteínas como castanhas, leite, carne e queijo. 

Alimento Funcional

O amendoim é um alimento funcional que pode atuar como inibidor de apetite: foi comprovado cientificamente que após a ingestão de uma pequena porção os níveis de saciedade elevam-se e se mantêm por mais de duas horas, ou seja, mais do que o dobro de saciedade quando comparado aos lanches hipocalóricos normalmente recomendados em planos alimentares para redução de peso

Benefício do Amendoim para Saúde

O amendoim é uma semente oleaginosa que possui nutrientes e vitaminas importantes para o equilíbrio do organismo, manutenção da saúde e, por isso mesmo, auxilio no tratamento de algumas doenças. Cerca de 25% da composição do amendoim é de proteínas, o que o coloca como uma excelente estratégia de composição proteica na alimentação de adultos e crianças.

O amendoim previne Doenças do Coração 

O consumo de amendoim auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares, diminuição de colesterol e triglicérides, equilíbrio do metabolismo, suprimento de vitamina E.

O fator de inibição de apetite são algumas das características apontadas em estudos da Associação Paulista de Nutrição, solicitados pela Associação Brasileira de Chocolate, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados - Abicab, que colocam o amendoim na categoria de alimentos funcionais, desde que consumido em porções adequadas. 

Segundo a avaliação da Associação Paulista de Nutrição, é importante ressaltar que a gordura presente no amendoim vem principalmente de ácidos graxos poli-insaturados, que são benéficos para a saúde. Essas gorduras poliinsaturadas são responsáveis pela prevenção de doenças cardiovasculares, pois fazem conjunto com outros nutrientes como o resveratrol, uma substância natural presente no amendoim em alta concentração, idêntica à encontrada no vinho e na uva.

Entre os outros nutrientes está uma substância chamada sitosterol, que tem um papel já testado e aprovado pela comunidade científica européia e norte-americana, de prevenir o desenvolvimento de câncer, além de diminuir tumores já existentes.

Amendoim diminui o Colesterol e Triglicérides

O consumo freqüente de amendoins também diminui as taxas sanguíneas de colesterol e triglicérides entre 11 e 14%, ao mesmo tempo em que aumenta os níveis de magnésio, um mineral muito importante para o equilíbrio metabólico, mesmo de pessoas em que a doença é determinada por falha genética. Verificou-se que esse tipo de pacientes normalmente é privado de diversos alimentos, o que provoca deficiências de vitamina E, cuja falta está sendo relacionada a doenças neuro-vegetativas.

Porção recomendada por dia

Uma porção de 30 gramas de amendoim fornece 25% da recomendação diária do consumo de vitamina E e alto teor de zinco, mineral vital para a formação e liberação de hormônios. Já existem, inclusive, estudos que comprovam que o consumo de amendoim pode retardar ou diminuir a incidência do Mal de Alzheimer.

30 gramas, 32 unidades ou uma porção de Amendoim Torrado (percentuais relativos à Recomendação Diária), contêm:

- Proteína: 14%
- Gordura total: 21%

- Gordura Poli-Insaturada e Mono Insaturada: 11%

- Gordura Saturada: 10%

- Carboidrato: 2%

- Fibra: 8%

- Colesterol: 0%

- Vitamina E: 25%

- Niacina: 19%

- Magnésio: 12%
- Folato: 10%

- Cobre: 10%

- Fósforo: 10%

- Potássio: 10%

- Tiamina: 10%

- Zinco: 6%

- Ferro: 4%

- Cálcio: 2%

Fonte: Informações para a Imprensa: Fatos & Notícias.Nadine Filippe Renata Nascimento

domingo, 18 de outubro de 2020

Dicas para Aliviar Dor no Estômago e Azia




Ainda que azia e dor no estômago não deve ser ignorado, existem muitos procedimentos para aliviar o estômago que você pode experimentar antes de ir ao médico. Estes podem ajudar a diminuir seus sintomas e evitar problemas maiores mais tarde.

Veja algumas dicas para aliviar Azia:

- Coma refeições menores, mas com mais frequência. Um estômago cheio coloca pressão sobre o esfíncter esofágico inferior (EEI), um músculo semelhante a uma válvula que impede o ácido estomacal de se voltar para o esôfago.

- Coma de maneira lenta e relaxada. Quando a comida enche seu estômago mais rapidamente, coloca mais pressão sobre o LES.

- Permaneça em pé depois das refeições. Deitado aumenta a pressão sobre o LES, o que torna o refluxo ácido mais provável.

- Evite comer tarde da noite. Comer uma refeição ou lanche dentro de três horas para dormir pode piorar os sintomas de refluxo e azia. Deixe tempo suficiente para o estômago se esvaziar.

- Não se exercite imediatamente após as refeições. Dê tempo ao seu estômago para esvaziar; espere algumas horas depois de comer antes de se exercitar.

- Incline o tronco com uma cunha na cama. Elevar um pouco o tronco com uma almofada em forma de cunha reduz a pressão sobre o LES e pode aliviar a azia noturna.

- Não apoie a cabeça e os ombros com travesseiros, pode piorar o refluxo.

- Fique longe de bebidas carbonatadas. Eles causam arroto, o que promove o refluxo do ácido do estômago.

- Evite os alimentos que desencadeiam seus sintomas e evite-os. Alguns alimentos e bebidas aumentam a secreção ácida, retardam o esvaziamento do estômago ou afrouxam as condições do LES - que preparam o terreno para a azia. Os ofensores comuns incluem alimentos gordurosos, alimentos condimentados, tomates, alho, leite, café, chá, coca-cola, hortelã-pimenta e chocolate.

- Mastigue chiclete sem açúcar após uma refeição. Goma de mascar promove a salivação, que neutraliza o ácido, acalma o esôfago e lava o ácido de volta para o estômago. Evite sabores de hortelã-pimenta, que podem provocar azia.

- Verifique seus medicamentos. Pergunte ao seu médico ou farmacêutico se algum dos medicamentos que você toma pode piorar o refluxo ácido ou inflamar o esôfago. Por exemplo, os antidepressivos tricíclicos, como a amitriptilina, soltam o LES e as tetraciclinas, como a doxiciclina, podem causar inflamação esofágica.

- Perca peso se precisar. Estar acima do peso coloca mais pressão sobre o estômago (e o LES).


Se ao mudar seus hábitos alimentares e outras medidas preventivas e ainda tiver sintomas de azia, converse com seu médico. Ele pode aconselhá-lo sobre quais medicamentos será necessário para o tratamento e recomendar acompanhamento adicional, se necessário.


sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Medicamento aberto dura quanto tempo?



A data de validade de um medicamento pode sofrer diminuição quando a sua embalagem primária é violada. Para maior compreensão, vejamos o que são as embalagens primárias.

Embalagem Primária


Embalagem primária é aquela que está em contato direto com o conteúdo durante todo o tempo. Considera-se material de embalagem primária: ampola, bisnaga, envelope, estojo, flaconete, frasco de vidro ou de plástico, frasco-ampola, cartucho, lata, pote, saco de papel e outros.

Prazo de Validade

O prazo de validade é o tempo em que o produto pode ser utilizado, correspondente ao período de tempo no qual a preparação permanece estável quando armazenada sob as condições recomendadas pelo fabricante. Esse prazo deve ser indicado nas embalagens primárias e secundárias. Quando citado o mês e o ano, entende-se como vencimento do prazo o último dia do mês.

Por quanto tempo posso tomar o medicamento aberto?


Ao abrir a embalagem (especialmente a primária) do medicamento para uso, este adquire a característica de um medicamento extemporâneo. Ou seja, as condições de exposição, manuseio, uso e armazenamento podem envolver fatores de risco que não foram avaliados nos estudos de estabilidade.

Por isso, após a abertura, o produto passa a ter uma data limite para uso, que pode variar entre horas, dias e meses, dependendo do fármaco, dos componentes da formulação, do tipo de forma farmacêutica, do processo de manipulação, entre outros.

Neste caso, é recomendado que o novo prazo de validade não exceda a 25% do tempo restante entre a data do fracionamento e o prazo de validade original e que o tempo máximo deste não seja maior do que seis meses.

- Exemplos

- Se um xarope tem um ano de validade e é submetido ao fracionamento, seu novo prazo de validade poderá ser de até três meses (25% de 12 meses).

- Acetilcisteína xarope: Após aberto só deve ser tomando por 14 dias.

- Amoxicilina suspensão: Após o preparo, manter em temperatura ambiente entre 15 e 30 graus célsius somente por 14 dias.

- Azitromicina suspensão: Após preparo o período máximo para utilizar é 5 dias.

- Amoxicilina + Clavulanato suspensão: após preparo dever ficar na geladeira entre 2 e 8 graus célsius e ser consumido em 7 dias.


- Insulina: após aberto se não for mantido na geladeira dura aproximadamente 30 dias.


Fonte: Guia da Farmácia

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Açúcar de Coco ajuda no Controle da Glicose



O açúcar de coco é obtido através da seiva encontrada dentro do coqueiro. Para obtê-lo, é preciso fazer um corte na flor do coqueiro. A seiva líquida recolhida passa por um aquecimento e é desidratada através do calor, o que resulta em cristais usados para adoçar alimentos.

O açúcar de coco tem a mesma capacidade de adoçar alimentos e calorias semelhantes, no entanto, o açúcar de coco tem menor índice glicêmico, o que significa que ele causa menores picos de glicose e de insulina no organismo.

O açúcar de palma de coco tem cerca de 375 calorias por 100g para as 387 calorias por 100 g de açúcar de mesa granulado regular, isso é cerca de 15 calorias em cada 4 g de colher de chá de açúcar de coco.

O açúcar de coco é rico em:

- Inulina;

- Vitamina B1 (tiamina);

- Vitamina B2 (riboflavina);

- Vitamina B3 (niacina)

- Vitamina B6 (pirodoxina);

- Potássio;

- Magnésio;

- Ferro;

- Zinco.

Inulina Reduz o índice glicêmico


A fibra inulina presente no açúcar de coco reduz o índice glicêmico (IG), já que faz com que os carboidratos sejam absorvidos de forma mais lenta pelo organismo. Além disso, ela é considerada uma fibra prebiótica, que ajuda na manutenção e crescimento da flora intestinal.

Um alimento com baixo índice glicêmico é aquele com glicose menor que 70 mg. Os intermediários, entre 70 e 90 mg. E os de alto índice, que devem ser evitados, maiores de 90 mg. O índice glicêmico do açúcar de coco é 35. O do açúcar comum, 68.

O índice glicêmico é a velocidade em que o carboidrato é digerido e transformado em açúcar no sangue. Os alimentos com alto índice glicêmico aumentam a quantidade de açúcar no sangue, fazendo com que o pâncreas trabalhe mais na liberação de uma quantidade maior de insulina para normalizar a glicose no sangue

Açúcar Refinado ou Açúcar de Coco

O açúcar refinado comum é formado por 50% de frutose e 50% de glicose, enquanto o xarope de milho compõe aproximadamente 55% de frutose e 45% de glicose. 


Apesar do açúcar de coco ter sido considerado livre de frutose, ele é composto por 80% de sacarose, cuja composição é de 50% de frutose. Por essa razão, o açúcar de coco fornece quase a mesma quantidade de frutose que o açúcar comum.

Dessa forma, apesar do açúcar de coco ter um perfil nutricional ligeiramente melhor do que o açúcar refinado comum, seus efeitos na saúde devem ser bastante semelhantes.

A frutose em excesso pode causar a síndrome metabólica - conjunto de condições que aumentam o risco de doença cardíaca, acidente vascular cerebral e diabetes - em indivíduos obesos

Diabéticos devem ter cuidado no consumo de Açúcar de coco


O açúcar de coco mesmo considerado mais saudável do que o açúcar normal ainda deve ser consumido com moderação. Por ser rico em frutose, o que é potencialmente ruim para uma série de condições de saúde.

O açúcar de coco é efetivamente livre de frutose, é feito de 70-80% de sacarose, que é metade de frutose.

Por essa razão, o açúcar de coco fornece quase a mesma quantidade de frutose que o açúcar comum. Consumido em excesso, açúcar de coco pode causar todos os tipos de problemas como síndrome metabólica, obesidade, diabetes e doenças cardíacas.

O açúcar de coco não parece induzir açúcar elevado no sangue ou hiperglicemia devido ao seu baixo IG, mas pode variar dependendo de como o açúcar de coco é processado e quando é colhido.

Estudos tem relacionado a inulina do açúcar de coco a um melhor controle glicêmico, bem como melhora nos indicadores de antioxidantes no organismo para aqueles com diabetes tipo 2.

No entanto, os pesquisadores sugeriram que mais investigações são necessárias para estabelecer essa conexão. O açúcar de coco oferece uma alternativa ao açúcar branco e ao açúcar de cana, ele possui alguns nutrientes, mas não o suficiente.

sexta-feira, 9 de outubro de 2020

Quitosana - Fibra que elimina a Gordura



A quitosana é um composto natural que é utilizado para auxiliar na perda de gordura e peso. Diferentemente da maioria dos suplementos de ervas, a quitosana, na verdade, vem da casca do marisco, algo que é relativamente raro na indústria de emagrecimento. Mas é um processo 100% natural e que funciona muito bem.

Quando você come alimentos eles são absorvidos no estômago, empurrados em sua corrente sanguínea e, potencialmente transformado em gordura. Mas, quando você toma o suplemento de quitosana, os compostos formam vínculos com a gordura em seu estômago, o que torna muito difícil para a gordura ser digerida. Uma grande parte da gordura que você come vai passar através de seu sistema digestivo e ser evacuado. Quando isso acontece, seu corpo entra em um déficit calórico e você começa a emagrecer.

Esse poderoso complemento alimentar deve ser ingerido de 15 minutos a meia hora antes das refeições. Seguida essa recomendação, ele elimina aqueles quilinhos a mais que iriam virar pneuzinhos e saltar da sua calça. 

Não à toa, a quitosana é conhecida como "esponja de gordura" - justamente porque absorve esses excessos indesejáveis. 

Gel no estômago

"Dentro do estômago, a substância se transforma em um gel com capacidade de absorver gorduras. Depois, essas gorduras são eliminadas nas fezes", explica Heloisa Rocha, médica ortomolecular e autora do livro Emagreça com a Dieta das Estrelas (ed. Abril).

Sozinha, a quitosana é capaz de fazer uma pessoa perder até 250 calorias por dia. Basta tomá-la com bastante água e combiná-la à sua dieta preferida e um pouco de exercício físico.

Postagem em destaque

Amendoim - Mantendo o Peso no Verão

No Brasil a obesidade aumenta a cada dia, emagrecer além de favorecer a estética, melhora a qualidade de vida e a prevenção de doenças. ...