terça-feira, 15 de agosto de 2017

Vote aqui - Programa Qualidade Profissional Sandoz

O Programa Qualidade Profissional Sandoz é uma iniciativa feita especialmente para profissionais farmacêuticos e profissionais de atendimento.

Vote no profissional que você considera referência em Qualidade Profissional, é o momento de reconhecer aquele profissional que se dedica todos os dias ao atendimento e cuidado da sua saúde.

VOTE JECONIAS CARVALHO - 2

Preciso de seu voto, vote em Jeconias Carvalho - 2 - Drogaria Flores e Lacerda.

Vote Aqui : 



Entre neste link e vote : Qualidade profissional Sandoz

Alimentos Indicados para Pessoas com Hipotireoidismo




A glândula da tireoide é responsável por regular o metabolismo, controlar praticamente cada função do organismo e interagir com todos os outros hormônios, desde a insulina até os hormônios sexuais.

As células tireoide são as únicas células do organismo que podem absorver o iodo. A glândula tireoide absorve o iodo dos alimentos – única forma de obtenção do iodo – combina-o com um aminoácido chamado tirosina e converte-o em três tipos de hormônios: triiodotironina (T3), tiroxina (T4) e diiodotironina (T2).

O T3 e o T4 são, então, liberados na corrente sanguínea para ser transportados pelo organismo onde o oxigênio e as calorias os convertem em energia.

O mal funcionamento da tireoide pode causar o hipotireoidismo, onde a glândula tireoide não produz hormônio tireoide suficiente, é o mais comum e geralmente associado à deficiência de iodo.

Alimentos Indicados para Pessoas com Tireoide Sub-ativa

Vários alimentos podem ser incluídos na dieta para pessoas com hipotireoidismo, particularmente alimentos baseados em vegetais contendo vários antioxidantes e eletrólitos, tais como sódio e potássio. Estes alimentos melhoram o funcionamento da Tireoide:

- Abóbora
- Pimentão
- Cenoura
- Feijão verde
- Ervilha
- Tomate
- Aipo
- Pepino
- Aspargo
- Berinjela
- Uva roxa
- Manga
- Romã
- Mirtilo
- Abacaxi
- Kiwi
- Maçã
- Frutas cítricas
- Cereja
- Damasco

Outro nutriente saudável para a tireoide é a niacina. Alguns alimentos contendo este nutriente, ainda não listados, são cordeiro e peru.

Minerais - Iodo e Selênio

Minerais como o iodo e o selênio são muito importante para o funcionamento da tireoide, sendo o Iodo o principal, ele está diretamente envolvido com o desenvolvimento do esqueleto, do cérebro e de outras partes essenciais do organismo.

O iodo é absolutamente necessário para a função tireoidiana, porém iodo em excesso (especialmente o iodo vindo de fora da alimentação) pode igualmente impactar a função tireoidiana.

É difícil superestimar a importância do iodo na prevenção de distúrbios, tais como doenças da tireoide e fibromialgia. No caso do câncer, o iodo induz a apoptose, o que significa que ele provoca a autodestruição das células.

Boas fontes de iodo são vegetais marinhos, orgânicos, iogurte feito com leite de animal criado no pasto, leite cru e orgânico de vaca criada no pasto, sal marinho celta e ovos.

O selênio, importante para a saúde da tireoide, ajuda na redução de inflamações, regula as respostas imunes e previne doenças crônicas.

É encontrado na água, no solo, no salmão pescado na forma selvagem no Alasca, nas castanhas brasileiras, em produtos lácteos, alho, cebolas, tomates e sementes de girassol.

Tirosina - Ajuda regular Tireoide


A tirosina é um aminoácido envolvido em praticamente todas as proteínas do organismo. É parte essencial da produção de diversos produtos químicos do cérebro, tais como os neurotransmissores e a dopamina, regulando hormônios como os da tireoide e, até mesmo, afetando o humor.

Poucos alimentos que contêm tirosina, como trigo e soja, não são saudáveis, especialmente para pessoas com hipotireoidismo. No entanto, diversas fontes saudáveis incluem amêndoas, bananas, salmão pescado na forma selvagem no Alasca, aves criadas ao ar livre em pasto orgânico, abacates, semente de abóbora e ovos orgânicos de aves criadas ao ar livre.

Quais Alimentos Desencadeiam Problemas na Tireoide?

Os alimentos que podem provocar problemas para a tireoide têm uma coisa em comum: eles não são reais. Conforme observado pela Mind Body Green:

“Alimentos refinados, processados, homogeneizados, pasteurizados, geneticamente modificados e artificialmente aromatizados (ou coloridos ou conservados). A chave para estabilizar o organismo, não somente encobrindo as enfermidades ou alterando os sintomas, mas realmente estabilizando o organismo, é produzir. A chave para a deterioração da saúde são os alimentos refinados, processados.”

Em particular, os seguintes alimentos, frequentemente encontrados em alimentos processados, podem ser problemáticos. Em primeiro lugar:


- Glúten: em caso de qualquer problema com a tireoide, a primeira coisa a ser eliminada é o glúten. Ele causa inflamação, mau funcionamento gastrointestinal, distúrbio da tireoide e outros problemas.

- Soja não fermentada: não importa quantas afirmações informando que produtos naturais à base de soja são saudáveis, a soja pode alterar a função hormonal, especialmente em mulheres. Uma infinidade de estudos indica que os fitoestrógenos da soja podem danificar a tireoide e causar declínios cognitivos.

- Alimentos Geneticamente Modificados (GE): alimentos geneticamente modificados podem desencadear tanto a Doença de Graves quanto a doença de Hashimoto corroendo o revestimento intestinal.

- Brominas: a bromina é um aditivo alimentar processado, prejudicial ao sistema endócrino, frequentemente encontrado na farinha usada em pães e alimentos de panificação, refrigerantes, bebidas esportivas, creme dental, enxaguante bucal, peças plásticas de computadores, estofados e pesticidas dispersados em morangos.

Uma boa alimentação desempenha grande papel no gerenciamento e, até mesmo, na reversão dos sintomas de hipotireoidismo. Como sempre, é melhor obter nutrientes através de alimentos do que através de suplementos, se possível.

Com informação de Mercola

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Óleo de Orégano - Aprenda fazer



O orégano é uma erva perfumada muito usada para temperar massas e pratos de carne, de sabor agradável tem fama na cozinha, mas para uso na área da saúde pode ser transformado em um óleo de ervas com uma ampla gama de benefícios.

O óleo de orégano é derivado das folhas e flores do orégano (Origanum vulgare), uma erva perene resistente, espessa e membro da família da hortelã (Lamiaceae). É nativa da Europa, embora cresça em muitas áreas ao redor do mundo.

Para obter o óleo de orégano, as flores e folhas secas da planta de orégano selvagem são colhidas quando o teor de óleo da planta está no seu ponto mais alto, sendo então destilado. O óleo resultante tem uma coloração que vai do dourado ao amarelo-escuro, com um forte odor picante.

USOS DO ÓLEO DE ORÉGANO

O óleo de Orégano é um antimicrobiano que pode ajudar a combater infecções e ainda tem propriedades antibacterianas, antivirais e antifúngicas. Outros usos ideais para o óleo de orégano são:

Tratamento de fungos nos pés ou nas unhas

Coloque algumas colheres de chá de óleo de orégano em uma bacia de água e mergulhe seus pés nele. Você também pode diluir o óleo (misture uma gota com uma colher de chá de azeite ou óleo de coco) e, em seguida, aplique-o em suas unhas ou pele.

Ajuda a matar parasitas e aliviar infecções


Dilua o óleo (misture uma gota com uma gota de um óleo base, como o óleo de coco), e coloque-o sob a sua língua. Mantenha-o ali por alguns minutos e depois faça um bochecho. Repita isso pelo menos quatro vezes por dia.

Alivia infecções sinusais e resfriados

Coloque algumas gotas de óleo de orégano em uma panela com água fumegante e, em seguida, inale o vapor.


COMPOSIÇÃO DO ÓLEO DE ORÉGANO

O óleo de orégano é rico em fenóis, que são compostos fitoquímicos naturais com efeitos antioxidantes benéficos. Os dois fenóis mais abundantes são:

Timol — um fungicida natural com propriedades antissépticas. Ele ajuda a melhorar o seu sistema imunológico, funciona como um escudo contra toxinas, e até mesmo ajuda a prevenir danos nos tecidos e incentiva a cura.

Carvacrol — identificado como sendo eficaz contra várias infecções bacterianas, tais como Candida albicans, staphylococcus, E. coli,campylobacter, salmonela, klebsiella, mofo de aspergillus, giárdia,pseudomonas e listeria.

Outros compostos saudáveis no óleo de orégano incluem:

Terpenos — conhecidos por suas poderosas propriedades antibacterianas. 

Ácido rosmarínico — um antioxidante que impede os danos dos radicais livres e que tem se revelado promissor no tratamento da asma alérgica e prevenção do câncer e aterosclerose. Ele também funciona como um anti-histamínico natural que ajuda a reduzir o acúmulo de líquido e inchaço causado por ataques de alergia. 

Naringina — inibe o crescimento de células cancerosas e ajuda a reforçar os antioxidantes no óleo de orégano. 

Beta-cariofilena (E-BCP) — esta substância inibe a inflamação e é também benéfica para doenças incluindo osteoporose e arteriosclerose, bem como a síndrome metabólica.

Nutrientes como as vitaminas A, C e E, cálcio, magnésio, zinco, ferro, potássio, manganês, cobre, boro e niacina também são encontrados no óleo de orégano.

BENEFÍCIOS DO ÓLEO DE ORÉGANO


O óleo de orégano possui amplos benefícios para a saúde, mas é mais associado à saúde do sistema respiratório e imunológico. É conhecido por ajudar a prevenir e tratar infecções, como:

- Infecções do trato urinário (ITU) causada por bactérias como E. coli,Proteus e Pseudomonas aeruginosa. 

- Infecções respiratórias provocadas por variedades das bactérias Klebsiella pneumoniae e Staphylococcus aureus. 

Infecções fúngicas, mesmo aquelas que são resistentes ao Fluconazol, um medicamento antifúngico comumente usado. 

Infecções parasitárias causadas pela ameba giardia - foi até mesmo indicado como sendo mais eficaz que o Tinidazol. 

Infecção por Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA) — uma equipe de pesquisadores indianos e britânicos descobriu que o óleo de orégano tem fortes propriedades antibacterianas que podem ajudar a matar esta superbactéria mortal.

O óleo de orégano também se revelou promissor na prevenção de doenças transmitidas por alimentos causadas por patógenos como listeria, salmonela, E. coli, e Shigella dysenteriae

Adicioná-lo aos alimentos não só ajuda a matar as bactérias, mas também pode aliviar os sintomas de intoxicação alimentar.

O óleo de orégano é também um precioso óleo essencial antisséptico na aromaterapia porque é dito que a sua proporção de fenóis é a mais alta de todas as plantas aromáticas. 

Além de usar o método de vapor para ajudar a aliviar a tosse e outras doenças respiratórias, você também pode usá-lo para:

- Repelir insetos. O carvacrol no óleo de orégano funciona como um repelente de insetos natural. Tente colocar algumas gotas nos móveis que ficam do lado de fora, ou aplique uma mistura diluída na sua pele quando for sair ao ar livre.

- Aliviar a dor das picadas de insetos e irritação, incluindo a irritação causada pela hera venenosa. Aplique o óleo de orégano diluído no azeite nas áreas afetadas.

- Ajudar a curar feridas, caspa e outras doenças de pele. Alguns especialistas também defendem a utilização de uma versão diluída para tratar acne e rosácea.

- Aliviar dor de garganta. Basta adicionar algumas gotas em um copo de água. Isso pode ajudar a aliviar dor de dente também. 

COMO FAZER ÓLEO DE ORÉGANO

Extrair o óleo de orégano requer um processo de destilação especial. No entanto, existe uma maneira simples de fazer o seu próprio óleo de orégano em casa. Abaixo vai uma receita básica do HomegrownandHealthy.com:

Ingredientes:

- Folhas de orégano, picadas ou trituradas
- Azeite, óleo de amêndoa ou óleo de semente de uva
- Frasco esterilizado com tampa

Procedimento:

Ferva um pouco de água em uma panela. Depois de ter alcançado uma fervura contínua, desligue o fogo.

Coloque o seu óleo escolhido e as folhas de orégano picado no frasco. 

Coloque o frasco na água quente e deixe-o de molho por cerca de cinco a 10 minutos. Isso aquece o óleo e ajuda o orégano a liberar seus óleos naturais. 

Retire o frasco do banho-maria e coloque ao lado de uma janela ensolarada por um tempo que pode ser de uma a duas semanas. Sacuda o frasco algumas vezes durante estes dias. 

Uma vez que as duas semanas tenham passado, amasse as folhas e coloque o óleo em um frasco esterilizado. Armazene-o num local escuro e fresco.

Para preservar o óleo, adicione algumas gotas de óleo de semente de toranja.

COMO FUNCIONA O ÓLEO DE ORÉGANO?

O carvacrol é o seu componente mais importante, e é responsável por muitos de seus benefícios à saúde. 

O carvacrol tem poderosas propriedades antimicrobianas, e tem demonstrado ajudar a romper as membranas celulares externas que ajudam a proteger as bactérias do seu sistema imunológico.

EFEITOS COLATERAIS DO ÓLEO DE ORÉGANO


- Raramente desconforto no estômago ao ingerir óleo de orégano (ou mesmo a própria erva).

- Não é aconselhável para bebês e crianças. Grávidas ou lactantes não pode fazer o uso pois pode estimular a circulação sanguínea dentro do útero, o que deteriora o revestimento uterino que engloba o feto.

Fonte: Mercola

sábado, 22 de julho de 2017

Usar antigripais por conta própria pode ser perigoso?



Com a chegada do inverno, o consumo de antigripais aumenta bastante e é comum ser feito sem a orientação médica. Estes medicamentos aliviam os sintomas de gripe e resfriados, mas devem ser utilizados com cautela por representarem certos riscos.

Os princípios ativos mais perigoso dos antigripais são a Pseudoefedrina e Fenilefrina, estes ativos tem ação vasoconstritor e podem contribuir ou agravar quadros de hipertensão, elevando a pressão arterial e também descompensar doenças como as insuficiências cardíaca e coronariana. Por isso não devem ser consumidos por crianças, idosos e hipertensos.

Os principais medicamentos que tem pseudoefedrina e fenilefrina na formulação são Resfenol, Cimegripe, Multigrip, Fluviral, Tylenol Sinus e outros. Estes são contraindicados para portadores de pressão alta, doença cardíaca, diabetes, doença renal cronica e insuficiência hepática grave.

Outro grupo de medicamentos bastante consumidos no Inverno, com efeitos colaterais potencialmente sérios, são os Anti-inflamatórios, estes medicamentos podem aumentar a pressão arterial, provocar alteração do funcionamento renal, além de poderem causar problemas gástricos como úlcera péptica. 

Portadores de doenças cardiovasculares devem ter orientação para o uso de qualquer medicação pelo potencial de agravar as suas condições de saúde ou de haver interação com as medicações que já toma.

No Inverno, para evitar ficar gripado e prevenir os problemas respiratórios é preciso, por exemplo, vacinar contra a gripe, higienizar frequentemente as mãos e manter hábitos de vida saudáveis.

Dicas para prevenir e tratar Gripe e Resfriados




Os meses de junho, julho e agosto produzem uma época de grande ocorrência de gripes e resfriados, devido ao frio aumenta ainda mais os casos e nesses dias você já deve ter encontrado alguém com sintomas.

Por isso preparamos as melhores 5 dicas para prevenir e tratar gripe e resfriados.

Primeiro é preciso entender para poder prevenir.

Como se pega gripe ou resfriados?

A principal via de infecção da gripe e resfriados é a via oral e respiratória, geralmente através de micro gotículas disseminadas em conversas, tosses, espirros ou mesmo na respiração.

Isso quer dizer que ficar próxima de pessoas contaminadas ficando exposto aos espirros e tosses vão aumentar muito a sua chance de contrair a doença.

Tocar nos objetos da pessoa contaminada e levar a sua mão aos olhos e boca também pode ser a fonte de contagio.

Como evitar gripes e resfriados?

Ambos os resfriados e o vírus da gripe costumam aumentar a sua presença com a chegada do frio. Vamos aprender a distinguir entre as duas doenças e fornecer recomendações para evitar o contágio e recuperar se você por acaso for infectado.

A gripe e os resfriados são causados por vírus, e não por bactérias, por isso os antibióticos não são a solução nestes casos.  

Vias de infecção de gripe e resfriado?

Em ambos os casos, a principal via de transmissão é oral e respiratória, geralmente através de micro gotas que disseminam na conversa, tosses, espirros ou quando respiramos.

As mãos são também uma importante fonte de infecção, pois ao espirrar ou tossir e colocar a mão para tampar as gotículas, posteriormente você pode acabar tocando em algo e infectando pessoas a sua volta.

Daí a importância de corretamente lavar as mão e sempre que espirrar.

Procure ter sempre um lenço para que evite usar a mão para proteger os espirros e tosses.

Quais são os sintomas de cada um?

Resfriados geralmente são acompanhados de um mal estar corporal, espirros, dor de garganta e coriza e, por vezes, febre (às vezes alta).

O mal-estar, espirros, nariz entupido e tosse são os protagonistas, acompanhados em alguns casos de alguns sintomas não respiratórios, tais como diarreia.

Quando o vírus está diminuindo, a tosse residual pode ainda durar um algumas semanas. A duração média de um resfriado geralmente 7 a 15 dias.

Desconforto geral, rubor facial e tonturas começam a ficar com intensidade leve, assim como dificuldade respiratória, corrimento nasal, tosse e dor de garganta.

No caso da gripe, manifesta-se em 2 ou 3 dias de ter estado em contato com o vírus e os sintomas também seguem um padrão comum, começando com baixa febre e mal-estar, tonturas, rubor da face e da falta de energia.

Nos dias seguintes ligeira dificuldade de respiração, corrimento nasal, tosse seca, espirros, na maioria das vezes, também se manifestam inflamação da garganta.

Neste caso, a partir do quinto dia, a maioria dos sintomas desaparece, mas tosse, cansaço e até mesmo febre, pode durar vários dias.

Tratamento a seguir

Poucas pessoas sabem, mas é preciso cuidar da gripe nas primeiras horas em que ela se instala. Quanto antes você agir mais rápido você vai se recuperar, por isso invista em bons remedios caseiros para gripe e resfriado e cuidados de saúde.

Quando se lida com doenças virais, o tratamento permanece sintomático a seguir, por isso, as principais recomendações para estas doenças são:

Beber bastante líquidos para repor os líquidos perdidos pela transpiração e febre, procure incluir caldos e chás quentes, pois além de hidratar podem trazer mais conforto para o mal estar corporal.

Durma bem e tente descansar, na medida do possível.

01. Tome antipiréticos ou analgésicos para controlar a dor e febre, se é alta.

O médico também oferece cinco diretrizes a serem seguidas para evitar, na medida do possível, de contrair qualquer destas doenças:

02. Levar uma vida saudável 

Para o nosso sistema imunológico para responder adequadamente às infecções: uma dieta equilibrada, fazer exercícios regularmente, manter o estado emocional ideal, evitar maus hábitos, etc.

Manter uma dieta rica em frutas que contenham vitamina C (laranjas, kiwi, etc).

03. Lavar as mãos corretamente e com frequência.

Evite, como medida do possível, ambientes onde sabemos que o vírus é latente.

Use guardanapo de papel ou papel higiênico para assoar o nariz, eles são descartáveis e assim evitam a contaminação.

05. Recomendações 

No caso da gripe, a vacinação é recomendada para evitar a propagação do vírus e reduzir os sintomas em pessoas que mais necessitam, especialmente nos grupos de maior risco:

- Pessoas com mais de 65 anos,

- Os trabalhadores em centros de saúde,
- Mulheres grávidas,

- As pessoas com doenças cardiovasculares ou
- Pulmonares crônicas e

- Grupos de profissionais com risco acrescido, por exemplo, os professores.

terça-feira, 18 de julho de 2017

Combinação Perigosa de alguns Medicamentos

A maioria da população tem o hábito de tomar medicamento sem orientação médica, tomam vários tipos no mesmo horário e não sabem que isto pode causar vários efeitos colaterais e até mesmo uma intoxicação.

Muitos medicamentos não devem ser tomados juntos, alguns podem diminuir o efeito do outro ou até mesmo aumentar o efeito causando toxicidade.

Neste artigo vamos mostrar algumas combinações perigosas e que deve ser evitadas, veja a seguir:

Anticoncepcional + antidepressivo fitoterápico (hipérico ou erva de São Jorge)

Tomar anticoncepcional junto com estes antidepressivos fitoterápicos pode levar a uma gravidez indesejada ou atrapalhar o tratamento hormonal, a mistura diminui em até 60% o efeito contraceptivo da pílula.

Anti-inflamatórios + ácido acetilsalicílico (aspirina)

Anti-inflamatórios são os medicamentos mais vendidos no Brasil sem receita médica, a população está acostumada a tomar para qualquer tipo de dor. 

Os mais vendidos são Diclofenaco, Nimesulida, Ibuprofeno, Naproxeno. O perigo é tomar junto com AAS, a mistura pode causar uma irritação na mucosa gástrica devido a um efeito somatório, aumentando o risco de desenvolvimento de gastrite e úlceras. 

Idosos devem ter muito cuidado, pois geralmente já toma o AAS infantil diariamente para prevenir infarto e misturar com anti-inflamatórios pode ser grave.

Anti-inflamatórios + paracetamol 

Diclofenaco, Nimesulida, Ibuprofeno, Naproxeno é comum ser usado juntamente com o Paracetamol, mas deve ser usado  com cautela, pois estes remédios juntos podem gerar problemas renais levando a quadros hepáticos.

Antidepressivos + antigripal

Fluoxetina, Sertralina são os antidepressivos mais usados, porém quando usados juntamente com antigripais (anti-histamínicos), pode gerar aumento da pressão, levando até a delírios.

Anti-inflamatórios + corticoides 

Os anti-inflamatórios combinado com corticoides como a Prednisona, Dexametasona e Betametasona, aumenta a retenção de líquidos e sal, causando inchaço, e pode levar a um aumento de pressão. Também pode irritar o estômago, gerando em alguns casos sangramentos e formação de úlceras.

Antiácidos + antibióticos 

É muito comum tomar antiácido no dia-a-dia, quem nunca tomou um bicarbonato de sódio, Estomazil, Sal de Fruta e outros, o que muitos não sabem é que se tiver em tratamento com antibióticos não devem usar antiácidos pois a combinação pode interferir na absorção do antibiótico diminuindo sua eficiência.

Anti-hipertensivo + calmantes 

Losartan, Captopril, Enalapril são os anti-hipertensivos mais usados, se estiver em tratamento com estes medicamentos evite usar calmantes pois pode causar sonolência e queda de pressão.

Remédios para disfunção erétil + antidepressivos 

Sildenafila, Tadalafila são os medicamentos mais usados para disfunção erétil, porém combinado com antidepressivos pode aumentar os riscos de priapismo, quando o pênis fica ereto por mais de seis horas causando problemas para o órgão.

Anticoncepcional + anti-inflamatórios 

O uso de anticoncepcional já está ligado a trombose e se combinados com anti-inflamatórios especialmente os AINES pode causar sangramentos.

Colírios + descongestionantes nasais 

Colírios para irritação nos olhos a base de Nafazolina combinado com descongestionantes nasal como Oximetazolina, Budesonida, em alguns casos pode gerar um aumento de pressão, especialmente em idosos e crianças.

Anti-hipertensivo + diurético

Anti-hipertensivos com diuréticos é uma combinação benéfica no tratamento da hipertensão, porém a combinação pode levar a perda de sais minerais, causando desidratação e problemas renais. O ideal é fazer a consulta médica de 6 em 6 meses para o médico avaliar o tratamento.

Anticoncepcional + antibiótico 

A combinação de antibiótico (amoxicilina, azitromicina) com anticoncepcional não é 100% comprovada que diminui o efeito, mas a explicação pode ser que os antibióticos diminui as bactérias boas do intestino atrapalhando a absorção do anticoncepcional pelo organismo podendo causar algumas alterações pontuais no metabolismo do anticoncepcional.

Remédios para emagrecer + antidepressivo

Sibutramina, anfetaminas, cafeína se combinado com antidepressivos como Fluoxetina, Sertralina, Citalopram, Amitriptilina, pode causar taquicardia e aumento da pressão arterial.

Inibidores de apetite + ansiolíticos 

É um perigo combinar sibutramina, anfetaminas com ansiolíticos como alprazolam, clonazepam, cloxazolam. A combinação traz possibilidade de o paciente sentir irritabilidade, confusão mental, alterações de batimentos cardíacos e tontura.

Anticoncepcional + hormônios femininos, como estrógeno 

Dependendo do tipo de pílula pode haver um excesso de estrógeno aumentando o risco de coagulação sanguínea.

Anticoagulantes + antifúngicos

Combinar varfarina com cetoconazol, fluconazol pode causar alteração no metabolismo dos medicamentos e provocar arritmias cardíacas.

Anticoagulante + anti-inflamatório 

Evite usar varfarina com anti-inflamatórios pois a combinação aumentam os riscos de hemorragia.

O uso de medicamentos sem orientação profissional deve ser evitado, pois os profissionais como farmacêuticos e médicos são os únicos capazes de fazer uma orientação adequada para evitar intoxicação medicamentosa, efeitos colaterais indesejados e perca do efeito do medicamento durante o tratamento. Nunca faça automedicação, antes de tomar um medicamento faça uma avaliação com seu farmacêutico de confiança.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Melhores Alimentos para Perder Peso Naturalmente


Uma alimentação saudável é essencial para manter a saúde, ou seja prevenir doenças e deixar o corpo sem aqueles quilos extras que prejudica a beleza e o auto-estima.

Uma dieta balanceada deve ser rica em vitaminas, minerais e antioxidantes, frutas e legumes. Alimentos com pouca caloria que facilita comer cinco porções por dia e ajudar você ficar mais completo.

A nutrição desempenha um papel importante na vida de todos, porque através deste o corpo recebe os nutrientes essenciais para fortalecer o sistema imunológico, para receber a energia, para prevenir a doença e geralmente gozam de boa saúde.
No artigo você vai encontrar dicas de como emagrecer 5 quilos em uma semana de forma saudável e eficaz.

O melhor aspecto é que existem certos alimentos que promovem perda de peso visto que possuem propriedades que aceleram o metabolismo e ajudam a queimar gordura mais facilmente.

De acordo com o " Huffington Post para queimar mais calorias, os alimentos para perda de peso ajuda para ativar seu metabolismo e evitar problemas como excesso de peso. Nesta ocasião apresentamos os sete alimentos mais recomendados para perder peso naturalmente e sem passar fome.

Óleo de coco extra virgem

Uma pesquisa descobriu que o óleo de coco como uma ajuda para perder peso de forma saudável quando acompanhado por uma dieta equilibrada. Este ingrediente contém ômega-3 gorduras saudáveis que ajudam a queimar gordura e aumenta o seu metabolismo para perder peso mais facilmente. Para colher os benefícios completos não são necessários fazer uma dieta a base de dieta de óleo de coco apenas inclui-lo mais regularmente na dieta.

O vinagre de maçã

O vinagre é um produto muito versátil que pode ser usado em casa para muitas finalidades. Este produto é obtido também através da fermentação de cidra de maçã e maçãs frescas são uma fonte rica de minerais, vitaminas, enzimas e aminoácidos.

Graças ao seu alto teor de nutrientes e aminoácidos, este produto é ideal para queimar gordura saudável e emagrecer.
É importante escolher cidra de alta qualidade vinagre de maçã por causa de produtos de baixa qualidade componentes normalmente adiciona atenuantes propriedades.

Fruta

A maior parte do fruto, se não todos, é de grande ajuda em dietas de emagrecimento. Pode ser consumido a qualquer hora do dia e é ideal para combater esses momentos de ansiedade que muitas vezes acaba superior com calorias.

Entre as frutas de baixa caloria são encontradas:

- Melão
- Melancia
- Bagas
- Pescaria
- Maçã
- Bananas e abacates são consumidos com moderação, pois eles contêm algumas calorias extras. As nozes contêm gorduras saudáveis em vez disso, mas mesmo isso devem ser consumidos com moderação.

Legumes

Além de legumes, frutas, também é um ingrediente ideal para perda de peso. Os vegetais são baixos em calorias e são ricos em vitaminas, minerais, antioxidantes e outros nutrientes importantes. Comer cinco porções de vegetais por dia é perfeito para perder peso de forma saudável e ficar mais completo.

Recomenda-se comer vegetais crus para que você possa desfrutar de sua propriedade a 100%.

Gordura de peixe

O peixe magro ou peixe oleoso são parte de uma boa dieta para perder peso de forma natural, porque eles dão uma sensação de saciedade, contêm gorduras saudáveis, ajudam a eliminar o mau colesterol, e contêm proteínas e outros nutrientes importantes para perda de peso.

Entre os peixes recomendado que incluam:

- Sardinhas
- Enguia
- Arenque
- Salmão
- Cavala
- Atum

A preparação de peixes é fundamental para ser capaz de desfrutar de seus benefícios. Devemos evitar os empanados de peixe e fritas porque a farinha e pão ralado absorve muita gordura e pode ter um impacto negativo sobre o corpo.

O ideal é prepará-lo com um fio de azeite, grelhado ou cozido no forno com um pouco de grama natural.

Espargos

Quando se trata de perder peso, os espargos são uma grande ajuda na dieta, porque eles têm diuréticos e purificação. O consumo de aspargos ajuda a combater a retenção de água, estimula a eliminação de resíduos do corpo e dá um impulso para o metabolismo para queimar gordura mais facilmente.

Este alimento é parte do grupo que contém a chamada "caloria negativa", porque a digerir ele vai queimar mais calorias do que você está tomando.

Espargos é ideal para complementar o almoço ou uma luz para um jantar saudável.

Ovos

Apesar dos muitos mitos sobre o consumo de ovos, o que é certo é que ele provou-se que este alimento é excelente para a dieta e pode promover a perda de peso saudável. O ovo tem uma boa quantidade de vitamina B12 que controla o metabolismo, além de conter proteína essencial para o desenvolvimento de massa muscular e melhorar o desempenho físico.

Idealmente, comer ovos cozidos, de preferência sem gema. Você deve evitar fritar ou adicionar outros ingredientes, tais como cachorros-quentes.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...