segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Alimentos que melhoram a Visão - Luteína e Zeaxantina



Ao envelhecermos vamos perdendo a nossa capacidade de enxergar. Mas de acordo com novas pesquisas fazendo a suplementação com alimentos ricos em pigmentos naturais podemos recuperar a nossa visão.

Os pigmentos carotenoides de acordo com estudos recentes demonstram proteção contra o desenvolvimento de doenças oftalmológicas (catarata e degeneração macular), retinopatia diabética e câncer. São encontrados em vegetais amarelos e verde-escuros.

Estudos recentes tem determinado que a suplementação com luteína, zeaxantina e mesozeanxantina melhora significativamente a proteção da mácula e também a visão. Há provas de que este tipo de suplementação pode ajudar a desacelerar ou até mesmo evitar a degeneração macular relacionada ao envelhecimento.

A Zeaxantina e luteína são carotenoides importantes porque têm efeito antioxidante e também protegem os olhos da ação da luz evitando a degeneração macular que ocorre com o passar da idade.

A luteína e zeaxantina são encontrados em uma série de alimentos que consumimos regularmente, como gemas de ovo, espinafre, couve, frutas como o kiwi, sendo importante ingerir juntamente com gorduras como do leite e gérmen de trigo, que ajudam a absorver os compostos importantes.

A luteína é um composto amarelo sintetizado apenas pelas plantas, espinafre e couve são boas fontes, ou a gema do ovo.

A zeaxantina é outro composto amarelo, quase idêntico à luteína, sintetizado por plantas para absorver luz. É o que dá a cor amarela ao milho, pimentões e ao açafrão.

A mesozeaxantina é uma forma da zeaxantina que geralmente não é encontrada em plantas mas é sintetizada no corpo a partir da luteína. É preciso fazer mais pesquisas para saber mais sobre a eficiência deste processo.Ela é encontrada em alguns peixes (principalmente na pele), mas em suplementos contendo extrato de calêndula parece que o processo industrial pelo qual a calêndula passa pode criar a mesozeaxantina.

A luteína e a zeaxantina (e a mesozeaxantina) são encontrados principalmente em plantas verdes ou nas partes verdes das plantas que ficam acima do chão.

De acordo com as pesquisa é necessário ingerir de 6 a 10 mg de luteína por dia para ter olhos saudáveis.

Alimentos ricos em luteína e a quantidade (em mg) por porção:


- Abóbora: 2,7 mg / 1 xícara

- Acelga: 19 mg /1 xícara

- Alface: 1.5 mg / 1 xícara

- Brócolis (cozida): 3.4 mg / 1 xícara

- Brotos (cozida): 18.1 mg / 1 xícara

- Cenoura: 1,2 mg/ 1 xícara

- Couve (cozida): 33.8 mg / 1 xícara

- Couve (crua): 22.1 mg / 1 xícara

- Couve portuguesa (cozida): 17.2 mg / 1 xícara

- Ervilhas (enlatadas): 2.3 mg / 1 xícara

- Espinafres (cozida): 15 mg / 1 xícara

- Espinafres (frescos, crus): 6.7 mg / 1 xícara

- Feijão verde: 0.76 mg / 1 chávena

- Laranja: 0.49 mg / 2 médias

- Mamão Papaia: 0.45 mg / 2 médios

- Milho (cozido): 2.9 mg / 1 xícara

- Milho (enlatado): 1.4 mg/ 1 xícara

- Nabo: 12mg / 1 xícara

- Ovos: 0.5 mg / 2 médios

- Polpa de laranja (concentrado congelado): 0.50 mg / 340 gramas

- Tangerinas (frescas): 0.40 mg / 2 médias

Alimentos que contêm zeaxantina

- Couve: 20mg / 1 xícara


- Nabo: 12mg / 1 xícara

- Espinhafre: 12mg / 1 copo

- Brocólis: 3,4 mg / 1 xícara

- Ervilhas verdes: 2mg / 1 xícara

- Pimentão laranja 1,5mg / 1 copo

- Gema do Ovo 0,25 mg/ 1 gema

- Sumo de laranja 0,3 mg / 1 copo

- Repolho cozido: 14,6 mg / 1 copo

Com informação: BBC

Um comentário:

  1. Olá, sou Prof. Rosi Oliveira
    Enviamos um infográfico sobre Dieta Detox em seu email para que publique.
    Caso aceite publicar em seu blog, me envie uma resposta com o link e em troca faço uma super divulgação e indexo em sites indexadores pagos.
    prof.rosioliveira1@gmail.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...