domingo, 18 de dezembro de 2016

Sintomas e Tratamento da Estafa



Com a agitação do dia a dia, um dos problemas de saúde que está sendo muito comum é a Estafa,  veja neste post e entenda seus sintomas e como tratar esse problema.

A Estafa, também conhecida como fadiga, pode ter origem física ou emocional. Os principais sintomas são:

- Desânimo sem explicação aparente
- Dores no corpo
- Falta de motivação
- Vontade enorme de ir embora logo após chegar ao trabalho

Se você está com algum desses sintomas, fique de olho, pode ser estafa.

A estafa pode atingir crianças e adultos e compromete o desempenho na escola, no trabalho e na relação com as demais pessoas no dia a dia, tornando todas as atividades antes prazerosas, em obrigações desgastantes e chatas. 

Algumas doenças podem ser desencadeadas pela estafa; hipertensão, fobias e ansiedade, problemas cardíacos e gastrite. Isto ocorre porque todo o funcionamento do organismo fica alterado.

Estafa periférica

Conhecida como fadiga, a estafa periférica se caracteriza por dores musculares e cansaço físico ocasionados principalmente pela combinação entre desgaste excessivo (sem respeitar o tempo de recuperação) e pela má alimentação. 

Nestes casos, o tratamento é uma mudança radical na rotina e na alimentação. Geralmente estas duas ações resolvem o problema.

A estafa periférica se não for tratada, pode desencadear outras doenças como: anemia, prisão de ventre, diarreia e até queda de cabelo.

Entre as manifestações da estafa física, se encontram os seguintes sintomas: 

- Dores por todo o corpo
- Apatia, falta de ânimo 
- Baixa resistência imunológica
- Distensão muscular

Tratamento

O processo de cura envolve muito mais atividades relacionadas ao corpo. Confira as opções:

- Pratique atividade física com moderação
- Respeite o ritmo de seu corpo
- Procure ter uma alimentação balanceada e saudável.

Doenças desencadeadas pela estafa:

- Hipertensão arterial (pressão alta)
- Doenças emocionais (ansiedade, pânico, fobias)
- Doenças gastrointestinais (colite, gastrite e úlcera)
- Doenças do coração (arritmia, angina e infarto)

Estafa Mental

Caracterizada pela alteração do sistema nervoso central, ocorre em função do excesso de responsabilidades e tensões acumuladas que provocam um desgaste metabólico e mental muito grande.

O cansaço mental é tamanho que o paciente chega a sentir dor física. As pressões psicológicas se refletem no corpo.

A estafa mental é muito mais grave do que a física porque tende a causar danos psicológicos e físicos. Caso não seja tratada adequadamente pode provocar doenças como: falha de memória, insônia, irritabilidade, desânimo, tristeza profunda e angústia.

A melhor indicação para tratar é o relaxamento. É preciso rever a maneira como lidamos com os nossos problemas e frustrações.

Entre os sintomas da estafa mental, nós podemos enumerar:

- Falha de memória
- Insônia
- Irritabilidade e choro com facilidade
- Desânimo
- Tristeza e angústia
- Azia, má-digestão
- Palpitação
- Diminuição do desejo sexual

Tratamento

- Saiba aproveitar os momentos de lazer
- Converse sobre os problemas com os amigos ou com um profissional
- Cultive o bom humor
- Aprenda a relaxar
- Não faça várias tarefas ao mesmo tempo
- Procure resolver um problema de cada vez
- Organize suas prioridades
- Não leve preocupações do trabalho para casa.

Estresse x estafa

Muita gente confunde, mas estafa e estresse são problemas diferentes. 

Algumas diferenças ajudam a diferenciar os dois quadros. A fadiga ou estafa é um sintoma do estresse, mas não a sua causa. 

No estresse, a intensidade da fadiga é maior e a maneira como nosso organismo reage a estes sintomas é bem diferente. Enquanto a estafa pode ser tratada com mudanças de hábitos ou tratamento médico, o mesmo não ocorre com o estresse, uma espécie de estágio crônico das duas formas de fadiga. 

O grau de irritabilidade e da dor sentida no estresse é maior, além disso, o estresse é muito mais mental do que físico, por isso, não adianta usar os mesmos procedimentos. É uma questão de intensidade e durabilidade da fadiga.

Suplementação Vitamínica

A carência de vitamina pode deixar o organismo enfraquecido e causar stress, cansaço físico e mental. 

Alimentação balanceada é o ideal para suprir o nosso corpo, porém é difícil praticar de forma correta. Uma das forma de suplementar é consumir polivitamínicos e minerais que encontram disponíveis no mercado farmacêutico.

Na hora de escolher o polivitamínico ideal é bom prestar atenção em alguns fatores. 

- Os valores diários de cada vitamina deve ser no minimo de 100%, pois existe vários suplementos vitamínicos que contém apenas 25% do VD.

- É necessário ter na composição vitaminas A, B1, B2, B3, B5, B6, B9, B12, C, D, E, H e K.

- Os minerais também são importantes sendo os principais: Fósforo, Cálcio, Cobre, Cromo, Iodo, Magnésio, Manganés, Molibdênio, Selênio e Zinco.

- O zinco é muito importante, algumas apresentações possuem até 300% do valor diário.

- O ômega 3  também é ideal no combate ao cansaço físico e mental.

- A Vitamina D deve conter 200 UI, pode ser adquirida na forma concentrada.


Com informações de Natalia do Vale - Minha Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...