sábado, 4 de janeiro de 2014

Tipos mais comuns de Micoses

As micoses são causadas por três gêneros diferentes de fungos: 
  • Trichophyton 
  • Microsporun 
  • Epidermophyton
Esses microrganismo são abundantes no ambiente, eles aproveitam as condições ideais para seu desenvolvimento, como a umidade e o calor que ajudam o fungo a encontrar queratina macia e água suficiente para crescer rapidamente. 

Pessoas com diabetes, imunidade baixa, estresse, depressão e uso de alguns medicamentos tem maior suscetibilidade, favorecendo a Tinha, Pitiríase Versicolor e Onicomicose.

Evitar micose é muito simples, de modo geral deve impedir a proliferação dos fungos que gostam de calor e umidade, assim é preciso manter cuidados especiais com a pele, unhas e cabelos que são ricos em queratina e os fungos alimentam dela.

Principais Sintomas de Micoses:
  • Couro Cabeludo : Apresenta uma placa de cabelos picotados
  • Barba: Aspecto inflamatório ou apresentar lesão com bordas delimitadas.
  • Corpo: Aparência bem característica, com crescimento de bordas e microvesículas.
  • Mãos : Descamação difusa ou com pequenas bolhas.
  • Pés: Surge no meio dos dedos com fissuras e é conhecida como frieira ou pé-de-atleta.
  • Crural: Localizada entre as coxas, pode alastrar para a área genital.
  • Unha: Onicomicose, infecção que ocorre nas unhas dos pés e nas mãos. Ocorre espessamento da unha, mudança de coloração, se torna quebradiça e se descola da pele.
  • Pitiríase versicolor (Micose de praia) - Pequenas manchas na parte superior dos braços, tronco, pescoço e rosto, devido a sudorese excessiva, pele seborréica ou predisposição genética.

Cuidados para Prevenção:

  • Tenha bons cuidados higiênicos
  • Use roupas e meias de algodão
  • Mantenha os ambientes limpos e secos
  • Não use roupas e calçados apertados
  • Seque bem a pele apos o banho atenção especial em regiões de dobras como virilha, entre os dedos e embaixo das mamas
  • Evite utilização excessiva de sabonetes ou procedimentos agressivos a pele e que alteram as condições normais, isso pode diminuir as defesas naturais, facilitando a infecção por fungos.

Os princípios ativos mais eficazes são:

    1. Nitrato de miconazol que tem atividade fúngica agindo no prurido e odor desagradável provocado pelas micoses superficiais. Tratamento de pé de atleta e Candidíase Cutânea.
    2. Clotrimazol usado no tratamento das micoses da pele, Pitiríase versicolor, Tineas, Eritrasma.
    3. Cloridrato de Terbinafina, antimicótico ideal para tratamento de pé de atleta, micose inguinal, micose do corpo, candidíase cutânea e Pitiríase versicolor.
    4. Cetaconazol indicado para micoses superficiais. infecções por dermatófitos e leveduras, o creme tem ação exclusivamente local 
    5. Tioconazol, tratamento de infecções cutâneas causadas por fungos e bactérias suscetíveis. 

Para correto tratamento é preciso descobrir o tipo de fungo, sendo fundamental a prescrição médica. Sempre que houver suspeita de micose, procure o médico para diagnosticá-la e tratá-la.

Fonte: Informativo Neo Quimica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...